Date – 21 abril, 2017

Colatina – Sexta-feira – 22:10 – Homem com facão tenta invadir apartamento de prefeito

Motivo do ataque seria a retirada de ambulantes das ruas da cidades, em cumprimento de um pedido do MP

Um homem armado com um facão tentou invadir o apartamento do prefeito de Colatina, Sérgio Meneguelli, na manhã desta sexta-feira (21). Imagens do circuito de segurança do local serão entregues à polícia para que o caso seja investigado. Meneguelli falou que, depois que o homem não conseguiu agredi-lo – já que não conseguiu entrar no apartamento – ele foi até a prefeitura. “Ele ameaçou que iria cortar nossas cabeças, mas graças a Deus fomos protegidos e não nos aconteceu nada. Estamos bem fisicamente, mas emocionalmente não tem como não se sentir abalado”, disse.

O prefeito explicou que reconheceu o homem como sendo um vendedor ambulante do município. O motivo do ataque seria o cumprimento de uma ação civil pública de retirada desses comerciantes de espaços públicos. No caso do suspeito, ele trabalhava ocupando uma calçada, o que no entendimento da lei, impede o direito de ir e vir dos pedestres.

“Esse cidadão trabalhava nesse local há mais de 15 anos. Fizemos três meses de negociação diplomática com ele e a pessoa não aceitou, então acionamos a Justiça. Fui ameaçado publicamente por ele, e fui salvo por meus vizinhos, porque ele falava que ia me matar.”

O prefeito registrou Boletim de Ocorrência e disse que vai entregar as imagens do circuito interno de segurança do prédio à polícia para que o caso seja investigado. Agora, ele teme que sua rotina sofra mudanças.

“Eu costumo andar de bicicleta pelas ruas, mas agora tenho que ficar mais precavido. Esse fim de semana não vou conseguir seguir minha rotina, mas vou voltar. Não é justo eu me privar de levar minha vida simplesmente porque cumpri a lei. Tenho a esperança de poder voltar a ser o Serginho livre, que sempre fui, até para continuar atendendo a população de perto”, disse.

RETIRADA DOS AMBULANTES

Um pedido do Ministério Público do Estado do Espírito Santo solicita a regularização de calçadas e avenidas de Colatina, retirando inclusive vendedores ambulantes que ocupam os espaços públicos para garantir a liberdade constitucional do direito do cidadãos de ir e vir.

“Alguns ambulantes estavam até usando energia pública. Eles não tinham autorização ou licença para funcionar, por isso, desde janeiro estamos conversando com eles e pedimos para desocupar e desobstruir os espaços públicos. Comuniquei inclusive a Justiça. Queremos organizar Colatina e regulamentar os espaços públicos”, explicou o prefeito.

A ação promovida pelo Promotor de Justiça Marcelo Ferraz Volpato cita que o Ministério Público instaurou um procedimento administrativo para apurar o cumprimento da Lei Municipal nº 5.256 de 14 de dezembro de 2006, sobre a regulamentação das calçadas e passeios no município de Colatina.

Em um trecho da ação, diz que a falta de fiscalização resulta na “ocupação irregular desses caminhos públicos por vendedores ambulantes no centro da cidade, impedindo a livre circulação dos pedestres no local”.

O Código de Trânsito Brasileiro conceitua a calçada como “parte da via, normalmente segregada e em nível diferente, não destinada a circulação de veículos, reservada ao trânsito de pedestres e, quando possível, a implantação de mobiliário urbano, sinalização, vegetação e outros fins”. O Código Civil de 2002, no artigo 99, classifica tanto as estradas como ruas e praças como bens públicos.

O vendedor de churrasquinho Welber Bonatto, 42 anos, foi notificado pela Vigilância Sanitária. “Eles vieram requerer um alvará sanitário que eu não possuo por não ser regularizado como ambulante. Possuo apenas o registro de microempreendedor individual. Já retirei cadeiras e mesas da calçada para não atrapalhar. Espero que possamos conseguir a regularização como ambulante”.

A prefeitura informou que está estudando uma solução para regulamentar a utilização ordenada dos espaços públicos, sem prejuízo as atividades desses comerciantes, mas sem prejudicar também o tráfego de pessoas e o direito de ir e vir sem contar a utilização irregular de energia pública e a sujeira deixada pelo uso.

Fonte: Gazeta online

Itaperuna – Chegou a coleção inverno na VEST SURF lindas roupas no Varejo e no Atacado – Loja da Fábrica no Pátio Cidade Nova (Curva da Fiat) em Itaperuna – Contatos (22) 3022-2660 / (22) 3824-5439 / (22) 9-9747-2810 Roupas a partir de 12,50 a Peça

SÃO JOÃO DO MANHUAÇU (MG) -Sexta-feira – 21:05 – Colisão entre Uno e motocicleta

O Corpo de Bombeiros atendeu uma solicitação de acidente ocorrido no KM 612 da BR 116, entre São João do Manhuaçu e Orizânia, na noite de quarta-feira, 19.

Duas pessoas ficaram feridas na colisão de um automóvel e uma moto. “Fomos acionados via 193, chegando ao local, o condutor e passageiro da motocicleta já haviam sido socorridos por ambulâncias da Prefeitura de São João do Manhuaçu. Os ocupantes do veículo não sofreram ferimentos aparentes, apenas o motorista do Fiat Uno foi atendido com estilhaços de vidro nos olhos, foi realizada uma lavagem com soro fisiológico somente”, explicou o bombeiro militar Sargento Maiquel.

De acordo com as informações passadas pelo motorista do automóvel, ele foi surpreendido pela motocicleta na rodovia e colidiu contra a lateral traseira da moto. Os dois veículos seguiam mesmo sentido.

Os ocupantes da moto foram socorridos ao posto de saúde de São João do Manhuaçu e encaminhados à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Manhuaçu com escoriações e um deles com fratura na perna.

Fonte: Portal Caparaó

Itaperuna – Vestibular de Inverno da Redentor! Inscreva-se já

Somos a melhor Faculdade do Estado com mais de 19 cursos avaliados pelo MEC!

 

Estudando numa INSTITUIÇÃO de valor, você sai na frente! Somente aqueles com um diploma numa instituição bem conceituada alcançarão o sucesso profissional! #BuscamosVocê

 Prova Tradicional

ITAPERUNA: 10 de Junho
CAMPOS DOS GOYTACAZES: Agende a melhor Data
PARAÍBA DO SUL: Agende a melhor Data

 Prova Medicina
24 DE JUNHO

 Inscreva-se pelo site: http://www.redentor.edu.br/vestibular

 Conheça todos os nossos cursos: http://bit.ly/CursosRedentor

 Procure saber como Financiar sua faculdade SEM JUROS pelo PRAVALER! Pague, apenas, a metade da mensalidade agora!
Acesse http://bit.ly/PraValerRedentor e Consulte o regulamento!

 Tem alguma dúvida sobre a Redentor? Acesse: http://bit.ly/TiraDuvidasRedentor. Respondemos rapidamente!

 E-books dos Cursos
Baixe e-books dos cursos da Faculdade Redentor! Acesse: http://bit.ly/EbooksRedentor

#EntreNoGrupo #Vestibular #Sucesso #IGC4 #Enade5 #Qualidade

Sexta Feira – 19:40 – Polícia do Rio de Janeiro busca “curadores” do viral Baleia-Azul

“Não é lenda urbana. Estamos numa corrida contra o tempo para garantir a integridade física e a vida das vítimas, porque não sabemos em que etapa do jogo elas estão”, afirma a delegada Fernanda Fernandes, responsável pelas investigações do viral Baleia-Azul, que supostamente incentiva suicídios, no Rio. Há investigações online em busca de responsáveis pela iniciativa, que teria ramificações até nos Estados Unidos.

As primeiras informações sobre o jogo são de 2015, relatando incentivo ao suicídio propagado pelo Vkontakte (VK), o Facebook russo. Depois, entidades denunciaram o caso como “fake news” (notícia falsa), mas o viral segue avançando. Participantes surgem em grupos fechados, selecionados de madrugada. Na sequência, o administrador, ou “curador”, lança desafios, normalmente às 4h20, que incluem de desenho a atividades de risco, passando por mutilações e estímulo ao suicídio.

Leia também

Baleia Azul: jogos podem mesmo induzir adolescentes à morte?

Coordenador do Escritório Brasileiro da Associação Internacional de Prevenção ao Crime Cibernético e comandante do Centro Integrado de Operações da Polícia Militar da Paraíba, o coronel Arnaldo Sobrinho, diz que já foram identificados internautas nos Estados Unidos que atuariam como curadores de grupos dos quais participam adolescentes brasileiros. “São eles quem passam as orientações do tipo excluir uma amizade do Facebook, assistir filmes de terror e assassinato nas madrugadas, até mutilar partes do corpo e subir em prédios para saltar.” Relatório detalhado sobre a investigação será enviado à Polícia Federal(PF).

De acordo com o chefe de Comunicação Social da PF em Pernambuco, Giovanni Santoro, apesar de não haver registro oficial de morte ligada ao tema no Estado, existem investigações em redes sociais e aplicativos de mensagens sobre supostos contatos entre jovens e curadores – que podem ser enquadrados criminalmente por incitação ao suicídio. A Polícia Civil também anunciou que vai pedir a quebra de sigilos de dados para avançar no rastreamento de aliciadores.

A estratégia de mapear as comunidades também é adotada pela Polícia Militar em Mato Grosso. Ali os casos se concentram nas cidades de Vila Rica e Confresa. E há o rastreio de comunidades com até 350 integrantes – em sua maioria adolescentes. “As vítimas tentam sair (do jogo) e não conseguem. As crianças recebem algumas ameaças de morte ou até um tipo de pressão psicológica mesmo, e acabam cedendo”, relatou o 10.º Comando Militar.

Em Santa Catarina, a Polícia Civil busca os responsáveis por enviar as missões pelo Facebook ou WhatsApp – 9 casos são investigados no Estado. No Paraná, que apura oito casos, o governo do Estado cogita pedir apoio de outras polícias.

Pânico. A Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) do Rio confirmou até agora só dois casos de adolescentes que estavam sendo induzidas ao suicídio pelo suposto jogo via internet. Mas por causa do pânico causado por notícias e boatos, a DRCI está recebendo e-mails diários de pais assustados. Em comum, há a frase “Minha filha tentou se matar”.

Uma avó do interior do Rio levou à polícia carta que mostra intenção suicida da neta, que será chamada a depor. Um pai de Queimados, na Baixada Fluminense, vai levar a filha, que sobreviveu à tentativa de suicídio. São investigados crimes de associação criminosa, ameaça, lesão corporal e homicídio.

“Os pais estão começando a cair na real. Eles sempre acham que não tem nada acontecendo, que os filhos são espertos demais para cair nessa. É importante mostrar que não é um jogo, não são desafios para divertir, mas para se matar”, diz.

Em Brasília, a entrada da Polícia Federal nas investigações foi formalmente solicitada pela Câmara – por solicitação da deputada Eliziane Gama (PPS-MA). No Senado, o jogo foi apontado como justificativa para a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar maus-tratos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

..

 

 

Fonte: Gazeta Online

.2017 © Todos os Direitos Reservados.