Date – 23 maio, 2017

Porciúncula – Terça Feira – 22:35 – Homens embriagados supostamente furtam caminhonete e batem na parede de uma casa

Dois homens que deverão ser investigados por envolvimento no furto de um veículo, provocaram um acidente de trânsito no final da tarde desta segunda-feira (22), na área central de Porciúncula. Instantes antes, eles chegaram a ser procurados após terem passado em alta velocidade em uma caminhonete de cor prata, por uma equipe da Polícia Militar, que, contudo, os perdeu de vista.

Cerca de 40 minutos depois, o serviço de radiopatrulha foi acionado e se deparou com o utilitário Ford Explorer, que havia se chocado contra a parede de uma residência, na Rua César Vieira, também no Centro. De acordo com o proprietário do veículo, um dos envolvidos, identificado como Manoel Aristeu de Souza Alves. de 57 anos, havia estado em sua oficina e a pediu emprestado e mesmo diante de sua negativa, ele a teria pegado sem autorização.

Em um bar onde pararam, a direção teria sido assumida por Leandro José da Silva Nunes dos Santos, de 27, que teria perdido o controle e provocado o acidente, que não deixou feridos. Levada até o plantão da 139ª Delegacia, a dupla que apresentava indícios de embriagues, teve a alteração da capacidade psicomotora comprovada através de exame no IML, sendo por isso, autuada em flagrante, permanecendo detida à disposição das autoridades. Ambos não eram habilitados.

..

 

Fonte: Rádio Natividade

Terça Feira – 21:55 – Crise financeira afeta convocação de aprovados em concurso dos bombeiros

Os aprovados sobraram das 400 vagas disponibilizadas inicialmente

A Comissão de Trabalho, Legislação e Seguridade Social da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) recebeu 237 candidatos que foram aprovados em concurso do Corpo de Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), em 2014, mas não foram convocados por causa da crise. Também participaram do encontro representantes da Procuradoria-Geral do Estado, da Secretaria de Fazenda e do CBMERJ.

Os aprovados sobraram das 400 vagas disponibilizadas inicialmente. Como o concurso foi prorrogado até 2018, isso abriu a possibilidade de nova convocação. O subprocurador-geral do Rio, Fernando Barbalho, lembrou, no entanto, que há limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Ela determina que o estado não assuma compromissos além de suas capacidades e, hoje, o Rio extrapolou a despesa com pessoal. Para que a nomeação seja possível, o estado precisa superar as dificuldades orçamentárias e se adequar aos limites da lei.”

Desempregado, Ewandro Ferreira, um dos concursados sobressalentes, lamentou a demora na convocação. “Estamos com todos os exames feitos e só falta o Executivo autorizar a nossa entrada. Sabemos que o déficit na corporação de praça é imenso e que o CBMERJ quer a nossa ajuda para salvar vidas.”

Para o deputado Paulo Ramos (PSol), que preside a comissão, os aprovados têm o direito de serem convocados. “A corporação precisa e a sociedade também. Vamos ver se surge uma decisão política que reafirme a possibilidade do ingresso deste pequeno contingente aprovado.”

O subprocurador-geral citou, no encontro, que o plano de ajuda financeira aos estados endividados, aprovado nesta quarta-feira (17/05), no Senado, pode abrir espaço para atender a demandas como essa. “Esse plano reestrutura o fluxo de caixa do estado e, a partir do reescalonamento das dívidas, passa-se a haver maior disponibilidade financeira para regularizar os salários e despesas. Essa recuperação da capacidade de planejamento abre a possibilidade de atender a demanda dos que querem o ingresso na corporação.”

O plano suspende o pagamento das dívidas estaduais com a União por três anos, prorrogáveis por mais três, desde que sejam adotadas medidas de ajuste fiscal.

..

 

Fonte: Alerj

Terça Feira – 21:30 – SUPERmaracujá em S.F do Itabapoana. Veja abaixo:

São Francisco de Itabapoana é um município propício para o cultivo, o que lhe confere o título de ser o primeiro produtor de aipim do Estado do Rio de Janeiro. A prefeitura através da secretaria de Meio Ambiente, em parceria com a secretaria de Agricultura e órgãos como Emater, Embrapa, Uenf e Uff, pretende resgatar o potencial para a fruticultura da região com o projeto de produção de mudas de maracujá BRS Gigante Amarelo F1: mais resistentes a pragas e com uma melhor produtividade. Além das mudas, os produtores receberão adubo, substratos e todas as informações técnicas necessárias para dar continuidade ao plantio.

A prefeita Francimara explica que o objetivo principal deste novo projeto é procurar alternativas agrícolas que sejam viáveis para o município e que agreguem as associações de moradores, promovendo a fixação das famílias no campo. “Nosso município é eminentemente agrícola e meu governo tem um olhar especial para estas questões; faremos o possível para auxiliar nossos produtores rurais. A cultura do maracujá é uma importante alternativa de geração de emprego e renda e uma importante opção para pequenos e médios produtores, principalmente aqueles ligados à agricultura familiar”, enfatizou a prefeita, acrescentando ainda que a busca de alternativas favoráveis para o produtor rural tem sido uma das grandes prioridades da sua gestão.

A prefeitura já adquiriu 11.300 mudas da espécie, cultivadas com técnicas de adubação especializada na estufa das secretarias de Meio Ambiente e Agricultura, localizada na localidade de Praça João Pessoa. Segundo o Secretário de Meio Ambiente, Defesa Civil e Ordem Pública Ilsomar Soares Filho as mudas ficarão prontas para plantio dentro de 30 dias. “Com o decréscimo do cultivo de maracujá nos últimos anos no município, devido a inúmeros fatores como falta de investimentos dos governos anteriores, pragas diversas etc, procuramos uma forma de reavivar o cultivo do maracujá na região com uma muda mais qualificada e uma semente de maior qualidade, além da inclusão de novas tecnologias, orientações técnicas e treinamentos. No passado já fomos os primeiros no estado em termos de produção e pretendemos resgatar isso”, explica o secretário, acrescentando que o custo médio por muda para o produtor será de aproximadamente R$ 0,20, valor cobrado para subsidiar a aquisição de substrato para o plantio.

 

Parcerias

Ilsomar acrescenta ainda que a parceria entre as secretarias de Meio Ambiente e Agricultura no lançamento do projeto visa suprir duas demandas que há no cultivo de frutas: a retirada de defensivos agrícolas e a busca de conhecimento através de instituições parceiras, para identificar pragas e trabalhar em cima delas antes mesmo de dizimarem plantações. “Faremos um mapeamento, ou seja, anteciparemos a praga antes mesmo dela se instalar”, explicou.

 

Maracujá e mamão híbridos

A espécie maracujá BRS Gigante Amarelo F1 vem fazendo muito sucesso entre os produtores de maracujá do país. Desenvolvido pela Embrapa , o supermaracujá tem uma produção acima da média. “São 40 frutos por floração, além de um excepcional aproveitamento: já em que cada maracujá são extraídos meio quilo de polpa, sem a casca, além de ser uma espécie altamente resistente”, disse o secretário. “Deixaremos gradativamente as outras espécies que dão problemas e conscientizaremos o produtor a não fazer mudas dessas espécies em casa, sujeitas as mais variadas pragas que podem ser disseminadas para outras plantações”, completou. Para o secretário o caminho é trazer para o município outras espécies de frutas híbridas, mais resistentes e produtivas, como o mamão Bela Nova F1,“ semana que vem chegam 1.000 sementes dessa nova espécie”, finalizou Ilsomar.

..

 

Fonte: Ascom

.2017 © Todos os Direitos Reservados.