Blog do Adilson Ribeiro

Terça-feira 14:45 – John Piper afirma que católicos podem ser salvos apesar das doutrinas “errôneas” da Igreja Católica. Você concorda? Deixe um comentário com a sua opinião. Clique na foto e Veja a matéria completa.

A cisão entre católicos e evangélicos, iniciada há mais de 500 anos durante o movimento que criou a Reforma Protestante, gera sempre um questionamento sobre a Salvação de quem segue a Igreja Católica de Roma. Sobre isso, o pastor e teólogo John Piper afirmou que a resposta é simples e reside onde os seguidores do catolicismo depositam sua fé.

O assunto surgiu de um seguidor do ministério Desiring God, que enviou uma pergunta a Piper sobre a Salvação de um amigo que faleceu e era católico. No questionamento, havia ainda dúvida sobre a possibilidade de ser seguidor da Igreja romana e ainda assim ser um cristão genuíno.

Piper, sempre muito didático em suas respostas, elencou temores que tem a respeito de questões doutrinárias da Igreja Católica, incluindo divergências históricas do protestantismo quanto à divindade da virgem Maria, o batismo, indulgências, justificação, transubstanciação e o purgatório.

“Em vários níveis, a posição contraditória em relação às Escrituras produzem uma espécie de religião, que temo ter levado muitas pessoas a se desviarem”, contextualizou Piper, sem fechar, no entanto, a possibilidade de que existem católicos que são cristãos verdadeiros e serão salvos.

“Eu acho que existem cristãos genuínos que são devotos e inconsistentes católicos romanos. Devotos no sentido de que são sérios e sinceros. Inconsistentes no sentido de que seu verdadeiro coração compreende que Jesus é melhor do que suas ideias ou doutrinas”, pontuou.

“Se uma pessoa tem um encontro genuíno com o Cristo vivo e reconhece a profundidade do pecado humano e a desesperança que temos sem graça e sem Cristo, e se eles veem em Jesus o substituto que Deus providenciou para sofrer o nosso castigo e fornecer tudo o que precisamos para a aceitação com Deus, e se essa pessoa se lança na graça de Cristo, abrindo mão de toda autossuficiência e apreciando Cristo como seu supremo tesouro e esperança para a vida eterna, então essa pessoa será salva — mesmo que muitas ideias doutrinárias sejam confusas ou errôneas”, argumentou o pastor.

Ao final, John Piper salientou seu raciocínio sintetizando-o: “Em outras palavras, é possível que o coração de uma pessoa e sua compreensão essencial de Cristo sejam muito melhores do que sua estrutura doutrinária. Todos podemos ser muito, muito gratos por isso”, concluiu.

 Fonte: Gospel Mais

7 comentários sobre “Terça-feira 14:45 – John Piper afirma que católicos podem ser salvos apesar das doutrinas “errôneas” da Igreja Católica. Você concorda? Deixe um comentário com a sua opinião. Clique na foto e Veja a matéria completa.

  1. Binho

    O céu não será formando só de uma única doutrina, pq todas tem seus defeitos, acredito q a fé verdadeira em Jesus Cristo salvará muitos e só. Um bom exemplo é o arrebatemento mostrado na novela Apocalipse da record, não será a igreja católica, evangélica, muçulmana ou qualquer outra q salvará e sim aqueles q tem a fé e a convicção em Jesus.

  2. João Purificate

    Penso que este senhor precisa estudar a fundo sobre a doutrina católica para não tirar conclusões precipitadas. A Igreja Católica é sustentada por 3 pilares que são a Sagrada Escritura, a tradição e o Magistério Vivo, um complementa o outro. A Sagrada Escritura é a palavra de Deus e tudo que está contido lá é verdade. A tradição é aquilo que foi transmitido de geração para geração, ou seja, as verdades que foram transmitidas de forma oral (é bíblico na carta de de São Paulo aos Tessalonissenses, “observai também as tradições, seja por carta ou por palavras”). O Magistério vivo é que tem o dever de interpretar os textos bíblicos (visto que a palavra de Deus tem apenas uma interpretação) e de guiar as ovelhas no caminho de Deus, um exemplo disso é que foi a Igreja Católica que pela luz do Espírito Santo que determinou quais livros eram ou não inspirados pelo Espírito Santo, se hoje temos a bíblia é graças a Igreja Católica.
    Enfim, se fosse escrever tudo aqui sobre a Igreja Católica não conteria as páginas. A Igreja Católica é santa em sua doutrina mas a parte humana pode errar o que é normal.
    Termino indicando um excelente livro para leitura cujo título é “Todos os caminhos levam a Roma” de Scott Hahn, um ex-pastor protestante norte americano que assim como esse senhor tinha as mesmas idéias acerca da Igreja Católica.
    Gostaria de ressaltar que não estou querendo assumir o papel de Deus afirmando quem ou não será salvo, apenas defendo a doutrina que foi colocada como errônea por esse pastor.

    Paz e bem!

  3. Marcelo

    Este senhor está totalmente equivocado em dizer que a doutrina da Igreja Católica é errônea, Jesus Cristo veio ao mundo deixar uma doutrina e para isto escolheu doze pessoas para que as ensinasse, porque elas seriam quem continuaria o anuncio da boa nova de Cristo (Mc. 1, 14-17), dentre os doze escolheu um para ser o líder e nesta escolha instituiu sua igreja (no singular), sobre este líder, usando a analogia da pedra, mudando o nome deste e para afirmar isto disse ainda que lhe daria as chaves do reino dos céus e ligaria na terra tudo que este líder escolhido por Ele ligasse (Mt 16, 17-19), após um período de convivência e ensino, Jesus disse que iria enviar o Espírito Santo, que iria recordar a eles o que Jesus havia lhes ensinado, ensinar-lhes toda verdade e disse mais, que este Espírito ficaria com eles eternamente (Jo 14, 16;26 e 16, 13).

    Jesus não seria Deus se viesse ao mundo, nascendo de uma mulher (sendo que não precisava porque Ele é Deus), escolhendo 12 pessoas, pregando durante três anos, dando poder a estes 12, (como está susocitado), morrendo numa cruz, ressuscitando, indo para céu e depois viesse a abandonar esta Igreja fundada por Ele durante 1500 anos para enviar outro “salvador”! Como ficaria a promessa Dele? (Mt 28, 18-20)

    Obs.: A Igreja Católica e os católicos não colocam Maria (Nossa Senhora), como deusa, outro equívoco absurdo ou ato de má fé com o povo dizer “…questões doutrinárias da Igreja Católica, incluindo divergências históricas do protestantismo quanto à divindade da virgem Maria…”.

  4. Alexandre Nogueira

    As palavras do Sr. João Purificate, faço as minhas. Além disso, a Igreja Católica não foi obra humana, mas divina, foi criado por Jesus Cristo, a segunda pessoa da Santíssima Trindade, Deus Filho. Para nós católicos não existe um questionamento sobre a salvação de uma alma que se desgarra do corpo místico de Cristo, mas a certeza de que está alma está perdida para sempre. Fora da Igreja Católica Apostólica Romana, não há salvação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *