Blog do Adilson Ribeiro

Domingo – 21:45 – Minas Gerais terá a primeira candidata trans ao Senado. Clique na foto abaixo e veja mais

Duda Salaberté é presidente da Transvest, uma ONG que oferece cursos pré-vestibular e de idiomas gratuitos para travestis e transexuais

A professora Duda Salabert, 36, se apresenta como a primeira mulher trans a se candidatar ao cargo de senadora no Brasil. Filiada ao PSol de Minas Gerais (MG), ela tem como bandeira, mais do que a luta pela igualdade de gênero, a educação. “Antes de militar como mulher trans, eu milito pela educação há mais de 20 anos”, afirma Salabert. Uma das propostas é o perdão da dívida do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Duda é presidente da Transvest, uma ONG que oferece cursos pré-vestibular e de idiomas gratuitos para travestis e transexuais. De acordo com ela, os cursos da organização recebem mais de 100 pessoas por ano. No futuro, a entidade pretende abrir um curso preparatório para profissionais do sexo, ambulantes e camelôs da região central de Belo Horizonte (MG).

Apesar de disputar a primeira eleição, a professora disse receber convites para se candidatar a outros cargos no PSol, mas preferiu o Senado como forma de “provocação”. “Eu aceitei pelo caráter simbólico. A Casa, na sua etimologia significa ‘senhores’. Se é um espaço feito para senhores, uma mulher travesti, disputando esse espaço, é extremamente provocativo.”

Além de Duda Salabert, o estado mineiro terá outras três candidatas trans nestas eleições: duas do partido e uma do PCB, siglas na mesma coligação de Minas Gerais. Em março deste ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou o uso do nome social pelas candidaturas de pessoas trans.

“Estamos em um país que as pessoas transexuais não são consideradas humanas. É uma desvantagem. Até nos movimentos sociais reproduzem a transfobia”, afirmou a candidata. “Mas faço do veneno o remédio.”

A professora afirmou que tem sido alvo de ataques nas redes sociais. “Se a violência ficar só no moral eu suporto, mas eu tenho muito receio de isso passar para o físico.”

Em 2017, a Associação Nacional de Travestis (Antra) contabilizou 179 assassinatos de pessoas transexuais, o que daria um assassinato a cada 48 horas. Além disso, a expectativa de um travesti no Brasil é de 35 anos, segundo a organização.

Dilma
Na corrida as duas vagas para o Senado em Minas, Duda Salabert enfrentará a presidente cassada Dilma Rousseff (PT). Apesar de criticar o governo da petista, a professora afirma que a candidatura de Dilma também pode alavancar a dela. “A Dilma é o principal nome ao Senado. Não só por ser uma candidatura de mulher, mas porque ela pode trazer para o Senado votos à esquerda. Possivelmente, duas pessoas da esquerda vão ser eleitas este ano.”

 

Metrópoles

Um comentário sobre “Domingo – 21:45 – Minas Gerais terá a primeira candidata trans ao Senado. Clique na foto abaixo e veja mais

  1. Mouraci Stephen Carecho

    “ELE FIXOU O SEU COMPASSO…sobre a face do abismo.(Provérbios)

    O não “medido” é aquilo que ainda não foi definido,sem fim e, portanto, está sem forma e desordenado. Aquilo “medido” é já um conteúdo definido e que tem forma por estar bem ordenado.
    Fixar um compasso é determinar uma medida específica e, portanto, implica em dar forma, estabelecendo uma ordem e um limite bem definido.

    Muitos dizem que a bíblia é a palavra de Deus e que os dias atuais mostram a palavra de Deus se cumprindo.
    Afirmo que essas bíblias circulantes por aí são um mix de conteúdo místico sim e em grande parte de alertas a respeito de projetos de futuro e o que vem se cumprindo na verdade é uma agenda globalista, denunciada, de forma velada, desde a sua origem, por pessoas ligadas ao poder de cada época, assim como tem gente que espia agora o que se passa nos porões do poder pelos quatro cantos do mundo.
    Não é por força de conquistas especificas que através de ONGs milhões de esquecidos buzinam mundo afora. Tem grana alta bancando esse programado contingente de aflitos.
    E muito longe daquela ideia de que o Sol nasceu para todos, tais espaços que se abrem tem por finalidade única lançar a todos nós num mesmo caldeirão para um guisado de ideologias, cujo caos, sem precedentes, vai justificar a tão sonhada ação enérgica dos senhores do mundo.
    Convém observar que injustiças sociais não afetam exclusivamente a essas minorias que entendem-se como “aqueles esquecidos que ora estão sendo lembrados”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *