Blog do Adilson Ribeiro

Quarta Feira – 22:40 – Mãe que jogou bebê do segundo andar já foi presa por maus-tratos. Clique na foto abaixo e veja mais

A mulher que jogou o próprio filho de dois meses pela janela do segundo andar de sua casa ontem já tem passagem na polícia por maus-tratos a outra criança.

É o que afirmou o delegado Leonardo Ávila, que atua no Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Cariacica. Sem mais detalhes sobre a ocorrência, ele citou que a outra passagem aconteceu em 2016, quando foi presa.

Já na tarde de ontem, Ávila relatou que autuou a mãe em flagrante por tentativa de homicídio.

Segundo o delegado, ela está internada no Hospital Estadual de Atenção Clínica em Tucum, Cariacica, mas sob escolta policial.

Caso ela esteja liberada enquanto o inquérito ainda estiver aberto – o que pode durar até dez dias – ela deve ser ouvida no DPJ para prestar esclarecimentos e sua versão sobre o episódio.

Segundo a Polícia Civil, em nota, assim que a mãe receber alta do hospital, será encaminhada ao presídio.

“Ela não prestou depoimento porque nem na delegacia veio. A autuação foi feita baseada no trabalho de campo dos policiais, que falaram com vizinhos e com o pai da criança. O pai não prestou depoimento porque fraturou alguns ossos e está internado. Contra ele, não cai nada. Ele não fez nada. Ele, ao contrário, correu para resgatar o bebê”, disse Ávila.

O delegado explicou ainda que a mãe pode pegar de 8 a 26 anos prisão. “Inicialmente, o Código Penal diz que a prisão vai de 6 a 20 anos. Porém, pode aumentar em um terço, caso o crime seja cometido contra menor de idade. Totaliza, então, pelo menos oito anos de prisão, indo até cerca de 26 anos.”

Conselho
A conselheira Tutelar de Vila Palestina, em Cariacica, Elecine Rosa Furtado, afirmou que a regional irá acompanhar o caso, mas ainda não tem informações.

“Recebemos uma ligação do hospital relatando o caso, mas ainda temos que aguardar o relatório deles para fazer o acompanhamento. Assim que enviarem, vamos fazer visitas, notificar os pais para comparecerem ao conselho. Ainda não temos nenhuma informação para saber se ela já foi acompanhada ou teve outras denúncias”, disse.

Entenda o caso

Um bebê de 2 meses de vida foi arremessado da janela do segundo andar do prédio onde mora pela própria mãe. Segundo parentes e testemunhas, ela teve um surto psicótico.

Tudo aconteceu na madrugada desta terça-feira (2), no bairro Campo Grande, em Cariacica. O bebê está internado no Hospital Infantil de Vitória e, de acordo com familiares, passa bem.

A mãe, uma dona de casa de 29 anos, foi detida por policiais militares minutos após o crime e está internada no Hospital Estadual de Atenção Clínica, o antigo Adauto Botelho, em Cariacica. Como foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio, ela está sob escolta policial.

O recém-nascido foi lançado em cima do telhado da casa vizinha, caindo de uma altura de cerca de quatro metros.

O pai dele, um garçom de 35 anos, chegou a subir no telhado para tentar salvar o filho, mas a estrutura não aguentou e os dois acabaram caindo dentro de uma casa. A segunda queda foi a uma altura de cerca de três metros.

De acordo com testemunhas, a dona de casa e o marido começaram a discutir por volta de 3 horas. Ninguém informou o motivo da briga, que teria durado cerca de uma hora. Por volta de 4 horas, a mãe teria pegado o bebê no colo.

“Eram muitos gritos. A mulher falava que iria entregar o filho dela para o demônio, que o demônio iria cuidar dele. Ela, claramente, estava tendo um surto, e eu me assustei”, afirmou a cuidadora de idosos Elza Oliveira Carneiro, 58, vizinha do casal.

O marido teria conseguido tomar o bebê do colo da mulher e colocado a criança embaixo da cama para tentar contê-la.

Foi quando a mulher, mais uma vez, teria pegado o menino, quebrado uma janela da sala da casa, que fica no segundo andar, e arremessado a criança.

Ao ver a cena, o garçom, desesperado, desceu as escadas do prédio onde mora, subiu o muro do quintal da vizinha e se jogou no telhado, para tentar salvar o bebê.

Nesse momento as telhas cederam e ele e o filho caíram no quarto da casa da vizinha.

O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) foram acionados. O pai do bebê foi encaminhado para o Hospital São Lucas, em Vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *