Blog do Adilson Ribeiro

Bahia – Segunda-feira – 19:53 – PM é preso após atirar contra quatro pessoas em Salvador na noite deste domingo. Clique na imagem para mais informações:

Um policial militar foi preso na noite deste domingo, em Salvador, após atirar contra quatro pessoas, informou a Secretaria de Seguranã Pública do Estado da Bahia (SSP-BA). O soldado Manoel Landulfo Sampaio foi conduzido para a Central de Flagrantes por policiais da Companhia de Patrulhamento Tático Móvel (Patamo).

Segundo informações preliminares, o policial teria discutido com um ambulante, sacado a arma e desferido vários tiros, atingindo quem estava por perto. Ainda não se sabe, porém, a motivação do crime, que ocorreu na Rua do Gavazza, no bairro da Barra.

A SSP-BA afirmou que guarnições da Patamo que estavam nas proximidades responderam a ocorrência rapidamente e prenderam o PM em flagrante. As vítimas foram encaminhadas para os hospitais Português e Geral do Estado. Ainda não há informações sobre o estado de saúde delas.

Perto do local dos disparos, havia uma aglomeração de pessoas no Farol da Barra, muitas delas segurando bandeiras do Brasil enquanto seguiam um trio elétrico que tocava música sertaneja. Nas redes sociais, internautas postavam imagens comemorando a vitória de Jair Bolsonaro na eleição presidencial.

Jovem de 19 anos foi agredida no Rio Vermelho

Outro episódio de violência foi registrado na capital baiana na noite deste domingo. A Polícia Militar da Bahia foi acionada após início de tumulto entre eleitores de Jair Bolsonaro e de Fernando Haddad. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), relatos de testemunhas indicam que houve um confronto com arremesso de objetos e agressões verbais. O governador Rui Costa (PT) publicou, na noite deste domingo, em seu perfil no Twitter que condena os atos de violência.

“De acordo com os policiais, para evitar briga generalizada, foi necessário o uso da força”, afirmou a SSP-BA em nota. Na situação, uma jovem de 19 anos foi agredida. Diante das denúncias realizadas pelas redes sociais sobre excesso policial, a SSP-BA já iniciou as investigações. O caso foi registrado na 7ª Delegacia Territorial (Rio Vermelho).

A vítima publicou nos Stories de seu perfil no Instagram que levou três pontos na cabeça, mas afirmou que está bem e agradeceu as mensagens de apoio que recebeu de seus seguidores na rede social.

“Fique bem, estamos contigo! Volte logo…”, disse um internauta nos comentários de uma das fotos da jovem.

“Estamos contigo! Força! E melhoras, fica bem”, escreveu outro.

“Estamos juntas! Por amor! Força! Continuamos a luta, por você e por todas as outras e outros que estão vulneráveis! Eu sinto muito!”, afirmou mais uma usuária do Instagram.

Jovem agredida postou na web que levou pontos na cabeça
Jovem agredida postou na web que levou pontos na cabeça Foto: Instagram/Reprodução

A confusão teria começado após a passagem de alguns veículos com apoiadores do presidente eleito Jair Bolsonaro, que comemoravam a vitória. Houve provocação e alguns objetos foram lançados nos carros.

Em um vídeo publicado em redes sociais, os policiais militares aparecem dispersando o grupo e usando cassetete. Imagens mostram que a jovem foi atingida na cabeça a aparece com a testa sangrando.

As corregedorias da SSP-BA, da PM e da Polícia Civil montaram um esquema especial para colher depoimentos e emitir guias de corpo de delito para militantes e policiais envolvidos em agressões registradas em imagens que circulam nas redes sociais. A Corregedoria da PM também já iniciou a apuração do caso.

Fonte: Extra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *