Blog do Adilson Ribeiro

Quarta Feira – 13:50 – Lutador é punido por beijar repórter à força em entrevista com multa de R$10 mil. Veja abaixo:

Boxeador foi suspenso dos ringues por quatro meses pela Comissão Desportiva do estado da Califórnia

Rio – Uma cena constrangedora aconteceu com a repórter Jenny Sushe. Ela, que trabalha no jornal “Vegas Sports Daily”, foi surpreendida pelo boxeador Kubrat Pulev durante a entrevista com o atleta, no dia 25 de março deste ano. O búlgaro assediou com um beijou na boca de forma forçada. A ação dele não passou despercebida e o lutador foi multado.
A Comissão Desportiva do estado da Califórnia multou o pugilista búlgaro Kubrat Pulev em US$ 2,5 mil (cerca de R$ 10 mil) na última terça-feira. As autoridades desportivas ainda exigiram que o boxeador faça classes de assédio sexual antes que possa lutar novamente nos Estados Unidos, a partir de julho. O atleta de 38 anos foi suspenso por quatro meses.
O Dia

3 comentários sobre “Quarta Feira – 13:50 – Lutador é punido por beijar repórter à força em entrevista com multa de R$10 mil. Veja abaixo:

  1. Regina

    Já li por aqui sobre um tipo de homossexual reprimindo que caracteriza bem esse tipo de comportamento. Então, vou reforçar esta ideia. Acredito que um homem que oferece a cara para outro macho bater, tem sim, uma forte implicação com a libido pelo mesmo sexo. Talvez, uma maneira de esbofetear um desejo reprimido por outro homem leve a esse tipo de comportamento. Primeiro oferece a cara para outro homem bater, assim como o resto do corpo para ser violentado por outro macho, depois, segura uma mulher a força e a beija. Entendo que isso não condiz bem com os primórdios da nossa espécie. Talvez isso seja uma maneira de se justificar para a sociedade que o reprime, depois de ter apanhado de outro macho, o que lhe dar prazer por conta da libido pelo mesmo sexo. Quantas vezes vi lutadores antes da luta beijar ou simular um selinho no seu adversário.

    DEPOIS DE SE OFERECER A OUTRO MACHO PARA APANHAR NA CARA E SER VIOLENTADO EM TODO O CORPO COM CHUTES E SOCOS, E AGORA TENTAR BEIJAR UMA MULHER A FORÇA, SÓ ME LEVA A PENSAR EM COMPORTAMENTO HOMOAFETIVO REPRIMIDO.

    É PASSIVO PARA OUTRO HOMEM E VALENTÃO PARA COM UMA MULHER!

    1. Kailaine

      Concordo em gênero, número e grau. Homens que gostam de apanhar na cara de outro macho e esfregar as partes côncavas nas convexas um do outro traduz o quanto da libido existe pelo mesmo sexo. Outra coisa, por tal comportamento em oferecer seu corpo para ser violentado por outro macho, isso para mim traduz também comportamento homoafetivo. Agora, apoiada no filme Além da Cúpula do Trovão, vejo que esses lutadores apresentam um cérebro ainda em desenvolvimento, não compatível com suas idades, mesmo tendo um corpo de adulto, mas sendo quase infantis, o que faz com que pessoas mais adultas os controlem.

      1. Lia

        Este filme, Além da Cúpula do Trovão, tem um lutador muito forte, mas com inteligência reduzida. Quando tiram a máscara dele, percebe-se pelo rosto e pelo seu olhar que seu cérebro apresenta retardo e mostra que quem na verdade o controla é um anão adulto. Eu também concordo com tudo o que foi dito acima. Eu também acredito que um homem preparado para a vida, adulto e responsável não faria uma coisa dessa, mas vindo de onde vem… pra mim existe algo reprimido que além da necessidade de ser esbofeteado por outro homem. Talvez seja mesmo um comportamento homoafetivo que precisa ser reprimido numa segunda disputa quando eles se oferecem para levar soco na cara. Em qualquer outro desespero de uma crise existencial, faz o que esse aí fez. Violenta uma mulher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *