Blog do Adilson Ribeiro

Quarta feira MG 23:16 – Acusado de matar a ex-companheira a facadas é preso. Veja abaixo mais informações …

Clique na imagem acima e inscreva-se no Vestibular da UNIG

Paulo César Gomes, 39 anos foi preso pela Polícia Militar de Lagoa Santa, região metropolitana de Belo Horizonte, no final da tarde desta quarta-feira, dia 04/09, após matar a sua ex companheira, Maria Luzia de Souza Lima, 31 anos a facadas, na noite de terça-feira, 03/09.

Por volta de 07 horas de 04/09, os militares do destacamento PM de Durandé foram informados por testemunhas, que teriam acabado de encontrar uma mulher assassinada no Córrego Limoeiro. Os militares se deparam com o corpo de Maria Luzia de Souza Lima, de 31 anos, caída na cozinha da residência rural.

Vizinhos mencionaram que, na data de ontem, por volta de 21h50min, ouviram gritos da mulher, mas narraram que era comum ouvi-la gritar e que, por isso, não acionaram a PM.

“De imediato iniciamos as diligências no intuito de localizar o suspeito, fomos em locais onde possivelmente ele poderia estar e uma testemunha nos disse que após cometer o crime, Paulo César havia ligado pra ele dizendo que havia matado a ex companheira e iria fugir”, disse Tenente Walquer.

Ainda em conversa com familiares e populares, a PM recebeu uma informação de que o suspeito havia fugido para a cidade de Lagoa Santa, na Região Metropolitana de BH. “Como eu já havia trabalhado naquela região e conhecer bem o lugar, repassei a informação para os militares da 8ª Cia Ind. PM, que lograram êxito em localizar Paulo César na casa de uma irmã e prendê-lo”, destaca.

Aos militares, em Lagoa Santa, Paulo César disse que matou a ex companheira pelo fatao de ter a visto conversando com outro homem e não aceita o fim do relacionamento. “Inclusive tivemos acesso hoje há um vídeo publicado nas redes sociais no qual Paulo César diz amar, a ex companheira e pedindo para reatarem o relacionamento”, completa Tem. Walquer.

O oficial destaca o sucesso na prisão do autor ao empenho dos militares e o apoio da comunidade. “A comunidade tem nos ajudado em muito com informações e denuncias, sem essa parceria dificilmente teríamos um resultado positivo em nossos trabalhos”, finaliza.

Paulo César foi encaminhado para a delegacia de Vespasiano e posteriormente será recambiado para a região onde cometeu o crime.

Portal Caparaó

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *