Blog do Adilson Ribeiro

Terça-feira – 23:50 – PM apoia prefeituras do Rio e de outros municípios em fiscalização pelo isolamento social. Veja abaixo:

Na capital fluminense, os batalhões de área atuam em apoio à Prefeitura nos bairros de Campo Grande, Bangu, Madureira, Santa Cruz, Grajaú e Copacabana. As ações são intensificadas em regiões de habitual circulação intensa de pessoas, como os calçadões de comércio.

A Polícia Militar atua nas ruas, praias e outras áreas de lazer em todo Estado visando o isolamento social e sanitário para conter o avanço do novo coronavírus conforme disposto no decreto estadual 47.068 de 11 de maio de 2020. Além das ações colocadas em prática através do decreto estadual, a Corporação informa que está alinhada com os órgãos municipais e à disposição para apoiar quaisquer necessidades solicitadas pelas prefeituras neste momento de pandemia.

Continua após a publicidade:

Clique na imagem acima e inscreva-se no Vestibular Agendado da UNIG

 

No município do Rio de Janeiro, os batalhões de área atuam em apoio à Prefeitura nos bairros de Campo Grande, Bangu, Madureira, Santa Cruz, Grajaú e Copacabana. As ações são intensificadas em regiões de habitual circulação intensa de pessoas, como os calçadões de comércio.

A PM acrescenta que também tem ações integradas com as equipes do policiamento ostensivo nos municípios de Niterói, São Gonçalo, Búzios e Nova Iguaçu.

Os policiais militares estão instruídos a priorizar a conscientização e o diálogo no contato com os cidadãos. Diante de uma situação de descumprimento, a equipe policial faz a abordagem para alertar tais pessoas, que podem ser conduzidas para a delegacia caso sigam descumprindo a solicitação. O Código Penal estabelece crimes contra a saúde pública, como por exemplo, a infração de medida sanitária preventiva.

A Polícia Militar ressalta que, desde a adoção das primeiras medidas restritivas implementadas pelo Governo do Estado, tem desenvolvido um amplo trabalho de conscientização, inclusive com divulgação pelo sistema de alto-falantes das viaturas para orientar sobre os riscos de aglomerações. Atualmente, 32 Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) permanecem em atividade no Estado do Rio de Janeiro.

Fonte: Extra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *