Ao Vivo
00:00
00:00

Sábado – 01:45 – Carro capota após colisão na BR 101 e deixa quatro feridos

Os dois veículos seguiam no sentido Vitória, quando o condutor do Jeep colidiu na traseira da Hilux, que capotou parando ainda na pista com as rodas para cima

acidente02-4471071_1 acidente03-4471072_1

Duas pessoas ficaram gravemente feridas após colisão entre uma Hilux e um Jeep, no km 107 da BR 101, no início da tarde desta sexta-feira (15). O acidente ocorreu na altura da Reserva de Sooretama.
Os dois veículos seguiam no sentido Vitória, quando o condutor do Jeep colidiu na traseira da Hilux, que capotou parando ainda na pista com as rodas para cima. Quatro pessoas ficaram feridas, sendo que duas ficaram em estado mais crítico.
A ECO 101, concessionária responsável pela via, foi acionada, mas as vítimas rejeitaram a ambulância e foram socorridas pelos próprios parentes que estavam no local.
A pista chegou a ser interditada durante alguns minutos, causando congestionamento.
..
Fonte: Gazeta Online

Sábado – 01:33 – Mulher diz a assaltante que não tinha dinheiro e é esfaqueada na frente da filha de 7 anos

Quinze anos de praça e cinco assaltos sofridos, sendo o último no mês passado. Mesmo acostumado com a violência nas ruas do Rio, o taxista Valdeci Silva, de 43 anos, ainda não conseguiu se recuperar da sua última viagem, da Rua Haddock Lobo, no Estácio, até o Hospital Souza Aguiar, no Centro. Foi ele quem socorreu a dona de casa Cristiane de Souza Andrade, 46, morta a facadas após dizer que não tinha dinheiro em um assalto, na noite desta quinta-feira. Durante o trajeto, que durou cerca de 15 minutos, a filha de 7 anos fez de tudo para reanimar a mãe.

sdvsdvd

asdvcadvdv menina21.png_1

Cristiane estava cambaleando com a faca presa no pescoço, quando o taxista foi abordado pela menina de 7 anos pedindo socorro. A dona de casa ainda conseguia falar, e chegou suplicar a ajuda do taxista. Enquanto Valdeci dirigia, a filha tentava ajudar a mãe dentro do carro. Ele ficou surpreso com a reação da garota diante da situação.

— A menina foi uma heroína. O tempo todo reanimando e falando para a mãe respirar. Só começou a chorar e entrar em choque quando chegou ao hospital e viu que a mulher não reagia mais. Ela é uma menina excepcional — disse o taxista, que gravou um vídeo mostrando o desespero da menina esperando a mãe ser atendida.

Antes de chegar ao hospital, o taxista recebeu a ajuda de dois policiais militares, que abriram caminho para o táxi chegar mais rápido no destino. Quando eles deram entrada na unidade de saúde, a mulher demorou cerca de dez minutos para ser atendida, porque não havia maqueiros à disposição.

— Eu entrei em pânico tentando ir até o hospital. Dois policiais militares escoltaram o meu carro no caminho e também me ajudaram muito. Eu acredito que ela não iria sobreviver porque jorrou muito sangue. Não dormi e passei a madrugada tentando limpar o sangue, mas não foi suficiente — contou.

img-20160715-wa0011_1

O corpo de Cristiane foi enterrado por volta das 17h30m no Cemitério do Caju, na Zona Norte do Rio. Sua mãe passou mal e não pôde ir ao enterro. A filha também não estava presente.

Nesta sexta de manhã, havia uma patrulha da PM na Praça do Telégrafo e também motos da corporação circulando pelo local. Em nota, a PM informou que o policiamento na região é realizado diariamente com motos, carros e também a pé.

 critiane_1

“A Assessoria de Imprensa esclarece que segundo o comando do 4º BPM (São Cristóvão), o policiamento naquela área é realizado diariamente com motos, viaturas e a pé, além de operações de trânsito com o objetivo de reduzir ações criminais na região. O comandante solicita que as vítimas façam registros na Delegacia para que o Batalhão possa mapear a mancha criminal.A vítima pode também ligar para o Disque-Denúncia através do telefone: (21) 2253-1177 ou para o 190”.

‘A gente não vê um policial’, diz amigo em velório de mulher morta a facadas no Rio

Os parentes da dona de casa Cristiane de Souza Andrade, de 46 anos, morta com duas facadas no pescoço na Rua Haddock Lobo, no Estácio, reclamaram do aumento da violência no bairro. Segundo eles, é crescente o número de usuários de drogas que se concentram em vielas e na praça do metrô, onde acontecem a maioria dos assaltos. O corpo de Cristiane foi enterrado por volta das 17h30, no Cemitério do Caju, na Zona Norte do Rio. Sua mãe passou mal e não pôde ir ao enterro.

cristiane3_1

Moradora do Estácio há 25 anos, Cristiane foi morta durante um assalto, na noite desta quinta-feira, após dizer ao bandido que não tinha dinheiro. Ela havia saído de casa para fazer compras no mercado, por volta de 20h30, hora que a rua costuma ser bastante movimentada. Enquanto o corpo era enterrado, parentes e amigos se despediram com músicas e orações. Eles também reclamaram do número de assaltos e a falta de policiamento no bairro.

— É um bairro pequeno com poucas ruas. Mas ficam muitos usuários de drogas na praça do metrô, onde acontece a maioria dos roubos. Uma amiga já tinha levado uma facada na perna e a gente não vê um policial, um guarda municipal. No máximo passam uma viatura de ronda a cada meia hora, mas não é suficiente — disse o assessor Eduardo Cataldo, de 37 anos, amigo da vítima e morador do bairro.

O crime aconteceu em um local próximo de onde há diversos prédios de órgãos públicos, como o Hospital Central da PM, a Policlínica da Polícia Civil, o Centro de Comando e Controle do Governo do Estado , o Centro de Operações da Prefeitura, além da própria Prefeitura.

De acordo com moradores, na quinta-feira, horas antes de Cristiane ser ferida, um motorista foi assaltado na Rua Sampaio Ferraz, onde ela morava.

..
Fonte: Extra

Itaperuna – REAL MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO comunica que está parcelando suas compras em até 10 vezes sem juros e sem acréscimo no Cartão(parcela mínima:30,00) Apareça para conhecer as novidades!!! Tintas Suvinil, coral, ferragens, cimento, areia, brita, acabamento em geral, serviços de retro escavadeira e caçamba. Aproveitamos a oportunidade para agradecer a todos os nossos clientes, amigos e colaboradores, o apoio nesses mais de 30 anos que temos de mercado. Cidade Nova: Rua José Egídio Tinoco 212 – Cehab: Rua Waldomiro Arrabal 167 – Vinhosa: Av. Euclides P. de Lima 602

Sábado – 00:50 – Dois jovens são mortos a tiros por soldado da PM

1_pm-4472230_1

Um soldado da Polícia Militar matou dois jovens, na manhã desta sexta-feira, no bairro Colina de Laranjeiras, na Serra. O crime gerou revolta e indignação de moradores do bairro. Nem a Polícia Civil nem a Polícia Militar informaram como tudo aconteceu.
Segundo testemunhas, o militar estava em uma moto e à paisana circulando pelas ruas do bairro durante a manhã. Às 10h30, o militar parou a moto em frente a uma mercearia na rua Cristiano.
Do outro lado da rua da mercearia, em pé na calçada, estava Kevin Douglas Silva Santos, 20 anos.
Minutos depois, o vendedor Hallaffy Patrick Silva, 22, que dirigia um Punto vermelho, chegou ao local. “Meu filho tinha acordado e disse ‘mãe, vou passear com a Mel’, que é nossa cachorra, como faz diariamente, ora a pé e ora de carro. Tanto que a pitbull estava no carro quando ele foi morto”, detalhou a mãe de Hallafy, uma comerciante de 44 anos.
Hallafy mora na rua atrás de onde aconteceu o crime. “Ele parou o carro, em frente ao Kevin. Os dois são amigos e cresceram no bairro. Logo, ele olhou para o PM e perguntou ‘Qual é a sua, cara?’. Vi quando o policial levantou a camisa e na cintura tinha um celular e a pistola, que ele sacou e atirou no Hallafy”, detalhou uma testemunha que, por medo, pediu para não ser identificada.
Hallafy estava no banco do motorista, sem camisa e com a cachorra no banco de trás, quando foi morto. Os tiros fizeram com que Kevin corresse, sendo atingido por um tiro nas costas.“Eu me escondi, o PM estava transtornado, poderia matar qualquer outro que estivesse na rua”, desabafou a testemunha.
Logo, o PM pediu reforço e militares foram para o local. A morte provocou revolta na população. Os policiais chegaram a apontar armas para os moradores devido a confusão.
Apesar do caso ter ocorrido pela manhã, somente no início da noite, ela foi entregue na 3ª Delegacia Regional da Serra. No entanto, nenhum policial da delegacia confirmou a existência do registro desses assassinatos.
Silêncio
A Secretaria de Segurança foi questionada sobre o motivo que levou o PM a atirar contra os jovens, mas a Sesp não respondeu.
Até mesmo a informação de que o homem que atirou tratava-se de um policial militar, a Sesp só confirmou mais de 9 horas após o caso. A Corregedoria da Polícia Militar acompanha as investigações da Polícia Civil.
O advogado do policial, que não quis se identificar, disse que o PM atirou para se defender pois estaria sendo perseguido por um dos jovens. Até o fechamento desta reportagem o policial aguardava para depor.
..
Fonte: Gazeta On Line

Sábado – 00:10 – Justiça concede liberdade provisória para mãe que esfaqueou bebê de dois meses

Ela permanecerá internada no Centro de Atendimento Psiquiátrico ‘Dr. Aristides’ (CAPAAC). Na tarde desta sexta-feira (15), os familiares e o pai do bebê foram ouvidos na delegacia

mulheres-agredidas-e-tristes_1

A mãe, suspeita de esfaquear o próprio filho, um bebê de apenas dois meses, em Cachoeiro de Itapemirim, na última quarta-feira (13), teve a liberdade provisória concedida pelo juiz da 1ª Vara Criminal do município na tarde desta sexta-feira (15). Ela permanecerá internada no Centro de Atendimento Psiquiátrico ‘Dr. Aristides’ (CAPAAC) para tratamento. A escolta policial foi retirada no início da noite.

Ela vai responder ao processo em liberdade, mas deverá cumprir as seguintes medidas cautelares: não manter contato com o bebê, além de ficar impossibilitada de trocar de endereço. De acordo com as informações dos autos, a guarda da criança deverá ser decidida em processo de esfera cível.

O juiz Bernardo Fajardo Lima ainda solicitou que um perito, um médico psiquiatra nomeado por ele, avalie o atual estado psicológico da mulher, devendo o laudo pericial ser encaminhado para a 1ª Vara Criminal. Ele avaliará a pertinência da instauração do incidente de insanidade mental da investigada.

Ainda na tarde desta sexta-feira (15), o delegado responsável pelo caso, Guilherme Eugênio Rodrigues, ouviu o pai e familiares da criança. “Alguns deles narraram que a mãe é uma pessoa que já tinha alguns problemas psíquicos, mas nunca demonstrou agressividade e nenhum comportamento que justificasse o que ela fez”, comenta.

Ainda segundo ele, os familiares ressaltaram que o quadro de saúde da mãe piorou após o parto. “Eles narram que após o parto esse problema se agravou. Quando ela agia de forma estranha, querendo se matar, ela dizia que estava incorporada por um espírito maligno. Os depoimentos serão anexados no inquérito”, completa o delegado.

O bebê permanece internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Infantil Francisco de Assis (HIFA), em Cachoeiro de Itapemirim. O quadro de saúde não apresentou melhoras e o estado de saúde é grave, de acordo com o hospital.

..

 

Fonte: Folha Vitória

Imagem: Ilustrativa

 

 

RELEMBRE:

 

Quinta Feira – 11:10 – Bebê é esfaqueado por mãe com depressão pós-parto

 

A mãe da criança foi encaminhada para um hospital psiquiátrico e o bebê passa por cirurgia

Crying woman

Um bebê de apenas dois meses foi esfaqueado pela mãe, de 27 anos, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado. O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (13), no bairro Novo Parque, quando a mãe, em tratamento de depressão pós-parto, ficou sozinha com a criança. O bebê permanece internado em estado grave e a mulher está sob custódia, em hospital psiquiátrico.
O caso aconteceu por volta das 9h. Segundo a conselheira tutelar Ariana Soares Viana, a família contou que a mãe amamentava o bebê quando a avó saiu do quarto para pegar uma fralda. “Ela disse que foi muito rápido. Uma tia socorreu a criança e os avós; em estado de choque, levaram a mãe para o Capaac”, afirma.
O bebê foi socorrido por uma tia para o Hospital InfantilFrancisco de Assis (Hifa) e encaminhada diretamente para a Unidade deTratamento Intensivo (UTI). De acordo com a unidade foram sete horas de cirurgia. A equipe médica detectou perfurações em todas as partes do corpo, menos na cabeça. O bebê perdeu um dos rins e segue internado na UTI em estado gravíssimo.
Após esfaquear o menino, familiares relataram que a mãe também tentou tirar a própria vida, mas foi interceptada pela família. Nesta terça-feira (12), segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), a paciente deu entrada Centro de Atendimento Psiquiátrico Dr Aristides em Cachoeiro de Itapemirim (Capaac) pela primeira vez.
Na unidade, ela chegou a receber assistência, foi medicada, ficou em observação e, por ter apresentado quadro clínico estável e estar acompanhada pela família, recebeu alta hospitalar, com orientação de retornar caso houvesse qualquer intercorrência.
Na manhã, a família levou a paciente novamente à Unidade. Ela está recebendo assistência e o seu quadro é considerado estável. A mulher, segundo familiares, já fazia tratamento contra depressão, porém, seu quadro de saúde se agravou após a gravidez do primeiro filho. Casada recentemente, ela vivia sob os cuidados dos pais biológicos pois ainda se tratava da depressão pós-parto.
Polícia pede prisão e laudo de sanidade da mãe
Assim que bebê deu entrada da unidade hospitalar, a polícia e o Conselho Tutelar foram acionados. De acordo com a conselheira tutelar Ariana Soares, um relatório deve ser encaminhado ao Ministério Público Estadual, para definir com quem deve receber a aguarda da criança.
“O quadro de saúde da criança ainda é muito delicado. Vamos aguardar alta médica e esperar parecer do MP. Os pais da mãe e o pai já manifestaram o desejo de ficar com o bebê. Por oferecer risco, por seu quadro de saúde, não deve mais ficar com a mãe”, afirma.
O delegado de Plantão, Edson Lopes, pediu exame de sanidade mental para a mãe, mas iniciou processo de auto de prisão. “É uma situação muito triste, uma mãe que estaqueia uma criança de apenas 2 meses. Iniciamos a lavratura de auto de prisão em flagrante. Em princípio, a determinação médica é que de que ela fique internada, sob custódia policial”.
No prazo de 10 dias, o inquérito policial deve ser concluído. “Ela era responsável pela criança e a consequência dos atos incidem sobre ela mesma. Vamos comunicar à Justiça e pedir que seja submetida a exame de sanidade mental”, afirma o delegado.
..

Fonte: Gazeta Online

Imagem: Ilustrativa

Sexta Feira – 23:30 – Cliente atira contra comerciante, vítima reage e arma falha

A dona do bar segurou o revólver e testemunhas o imobilizam. O suspeito ainda tentou fugir, mas foi colocado no chão por quem estava no local até a chegada da polícia

confusao-bar2_1

confusao-bar_1

Uma confusão em um bar quase terminou em tragédia, no bairro São Francisco, em Cariacica. Na noite da última quinta-feira (14) um suposto cliente atirou contra a dona do estabelecimento. A comerciante reagiu, mas a arma falhou. Toda a confusão foi gravada pelas câmeras de segurança do bar.

O estabelecimento já estava prestes a fechar. E a proprietária já organizava a limpeza e guardava as cadeiras quando o suspeito apontou a arma para a cabeça dela. Imediatamente ela reagiu. A dona do bar segurou o revólver e testemunhas o imobilizaram. O suspeito ainda tentou fugir, mas foi colocado no chão até a chegada da polícia.

“Eu senti ele apertando [o gatilho] e foi aí que eu agarrei a mão dele. Se eu não fizesse isso eu estaria morta uma hora dessas. Ele apertou o gatilho duas vezes, mas mascou. Na delegacia que minha ficha caiu”, contou.

A comerciante imaginou que o pior iria acontecer. “Eu achei que eu ia morrer. A arma estava praticamente na minha cabeça. Eu entrei em desespero e a minha reação foi essa”, relatou.

Anderson Freitas Bonela, de 38 anos, foi levado para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Na delegacia foi descoberto que havia um mandado de prisão contra ele por tráfico de drogas. Sobre a noite desta quinta-feira, ele negou. “Eu cheguei no bar e eles invadiram para cima de mim. Foi um monte de gente. Até machucaram a minha cabeça. As duas balas mascadas já estavam há muito tempo. Eu já comprei assim”.

Sobre a arma, ele não quis dizer por qual motivo a adquiriu. “Eu inventei de andar armado ontem, mas não sou acostumado a andar armado”.

..

 

Fonte: Folha Vitória

Itaperuna – Escolha o dia e faça o Vestibular Agendado da Redentor! Acesse www.redentor.edu.br/vestibular.

Valendo para Ingresso neste segundo semestre de 2016, a Redentor Itaperuna deixa você escolher o dia e prestar vestibular para o curso desejado, (exceto Medicina).

Veja a relação abaixo,  marque a data,  prepare-se e sucesso!

Acesse www.redentor.edu.br/vestibular.

A inscrição é simples e rápida.

INVESTIMENTO

Itaperuna e Campos: Inscrição R$35,00

GRADUAÇÕES

Itaperuna

Administração

Arquitetura e Urbanismo

Ciências Biológicas – Bacharel e Licenciatura

Ciências Contábeis

Direito

Enfermagem

Engenharia Civil – Ead e Presencial

Engenharia de Produção – Ead e Presencial

Engenharia Elétrica

Engenharia Mecânica

Fisioterapia

Fonoaudiologia

Medicina (Processo seletivo próprio)

Nutrição

Psicologia (Novidade!!!)

Serviço Social

Sistemas de Informação

Campos

Administração

Direito (Novidade!!!)

Enfermagem

Engenharia Civil – Ead e Presencial

Engenharia de Produção – Ead e Presencial

Engenharia Mecânica

Marketing

Nutrição

Serviço Social

2

. 2016 © Todos os Direitos Reservados.