Itaperuna – Sexta feira 11:30h – Corpo de bombeiros orienta a população sobre como agir em caso de acidentes

DSC00813 DSC00814 DSC00815 DSC00816 DSC00817 DSC00818 DSC00819 DSC00820

 Colégio Único DSC00821 DSC00822 DSC00823 DSC00824 DSC00825 DSC00826 DSC00827 DSC00828 DSC00829 DSC00830 DSC00831 DSC00832 DSC00833 DSC00834 DSC00835 DSC00836

O 21° Grupamento de Bombeiros Militar em Itaperuna, está realizando hoje em vários pontos da cidade simulações de evacuação em caso de acidentes, eles explicaram como se deve agir em caso de incêndio ou algum outro tipo de acidente, agir com cautela e cuidado de forma organizada e sem correria para não haver feridos. Essa simulação foi realizada hoje no Shop do Pão no centro da cidade, eles mostraram como agir em caso de acidentes e vazamento de gás e também foi realizada no colégio Único no bairro cidade nova, onde ensinaram como sair com e de maneira organizada em fila indiana e a acionar o Batalhão de Bombeiros em caso de acidentes.

Fotos e reportagem : Diego Oliveira / Blog do Adilson Ribeiro

CONTACTO ACABAMENTOS Informa: A Semana BLACK FRIDAY termina hoje APROVEITE !!!Pisos, revestimentos, louças e metais, pastilhas com descontos imperdíveis. Banheiras com até 20% de desconto. Porcelanato Tarsus Branco Incepa, 60 x 60 de R$ 129,00 por R$ 89,90/m2 Revestimento Biancogrês Oviedo Puro Branco, 44 x 44 por R$ 19,90 Piso Biancogrês Porfido Bege, 44 x 44 por R$ 19,90

ÚLTIMO DIA!!!

DSC01612_1_1

CONTACTO ACABAMENTOS- Av. Zulamith Bittencourt 326-Cidade Nova Itaperuna-RJ- BLACK FRIDAY

DSC01613_1_1

CONTACTO ACABAMENTOS- Av. Zulamith Bittencourt 326-Cidade Nova Itaperuna-RJ- BLACK FRIDAY

DSC01615_1_1

CONTACTO ACABAMENTOS- Av. Zulamith Bittencourt 326-Cidade Nova Itaperuna-RJ- BLACK FRIDAY

DSC01617_1_1_1CONTACTO ACABAMENTOS- Av. Zulamith Bittencourt 326-Cidade Nova Itaperuna-RJ- BLACK FRIDAY

 

 

Banheira_1_1_1

CONTACTO ACABAMENTOS- Av. Zulamith Bittencourt 326-Cidade Nova Itaperuna-RJ- BLACK FRIDAY

Tarsus_Branco_1

CONTACTO ACABAMENTOS- Av. Zulamith Bittencourt 326-Cidade Nova Itaperuna-RJ- BLACK FRIDAY

Contacto 900De 24 a 28 de novembro Semana Black Friday, com descontos de até 50%, onde o cliente paga e leva o material na hora.

Sexta Feira – Militares e seus familiares fazem protesto contra mortes de policiais e pedem mais segurança. Você concorda com este tipo de manifestação, acha que surtirá algum efeito? Deixe seu comentário dando sua opinião e concorra a uma pizza média com refrigerante de 2 litros mais maionese caseira. Oferecimento Oficina da Massa. Sorteio neste sábado.

PMs fazem protesto na Zona Sul do Rio contra a morte de policiais

Ato em Copacabana pede que dor de familiares não seja esquecida.
Segundo organizadora, 31 PMs foram mortos somente em 2014.

p_1_1Policial militar foi ferido em ataque à UPP em 2011. (Foto: Káthia Mello / G1)

wpid-img-20141128-wa0011.jpg

Policiais militares, amigos e familiares caminharam, na manhã deste domingo (25), na orla de Copacabana, na Zona Sul do Rio, em protesto à morte de policiais. A corporação estimou que cerca de 200 pessoas participaram do ato, que foi encerrado às 12h30 na altura da Rua Miguel Lemos.

Eles se concentravam desde às 9h em frente ao Posto 6 da Praia de Copacabana. Segundo a cabo Flávia Louzada, do Batalhão de Policiamento de Eventos, responsável pela organização do ato, a proposta é mostrar para a população que a dor dos familiares não pode ser esquecida.

“A vida do policial é sagrada como a de todo cidadão”, declarou. Flavia afirmou ainda que 31 policiais foram mortos, e 117 ficaram feridos, em todo estado nos primeiros cinco meses de 2014. Ainda de acordo com ela, em 2013, 81 foram mortos e 221 baleados.

A assessoria da PM informou que em 2014, foram oito policiais mortos, em serviço e confrontos e 22 mortos no período da folga. Do total de feridos, 99 estavam de folga e 121 foram atingidos durante o expediente. No ano passado, 18 policiais morreram em confrontos e durante o serviço e 26 mortes ocorreram durante o período em que os policiais estavam de folga. O total de feridos em 2013 chegou a 620 policiais.

Em nota, a Polícia Militar informou que policiais do 19º BPM (Copacabana) acompanhavam a manifestação, que ocorria pacificamente até o horário.

A passeata parou em dois momentos para discursos emocionados de familiares. O caminhão de som tocava músicas como “Pai”, do cantor Fábio Junior.

Ferido em ataque
O soldado Alexander de Oliveira Silva, 34 anos, teve as duas pernas amputadas após um ataque com granada na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Coroa-Fallet, em 2011.  Ele participa da passeata para chamar atenção da violência contra a polícia.

“Eu sou vítima como os colegas que se foram. Quero ser valorizado como um trabalhador comum”, disse. No cartaz que exibia, os dizeres: “não quero uma bandeira e um herói morto. Quero proteção do Estado e um pai vivo”.

De cima de um carro de som, familiares de policiais que faleceram pelo exercício da função falavam sobre suas perdas, muito emocionados. “Quando o calo aperta, quando a gente precisa, é o 190 que a gente liga”, desabafou a esposa de uma das vítimas.

Ato
O ato foi organizado através das redes sociais e mais de mil pessoas confirmaram presença. “A morte de policiais não pode ser considerada um fato social comum. Vamos caminhar em protesto a morte de tantos policiais, pois a vida não tem preço”, dizia a convocação para o manifesto.

Policiais militares, amigos e familiares se concentram no Posto 6 da Praia de Copacabana. (Foto: Káthia Mello / TV Globo)
Policiais militares, amigos e familiares se concentram no Posto 6 da Praia de Copacabana (Foto: Káthia Mello / G1)
Fonte G1
x - 2014 © Todos os Direitos Reservados.