Blog do Adilson Ribeiro

Quarta-feira – 23:25 – Aprovado em Medicina vende doces e toca violino na rua para pagar a faculdade. Click na foto e veja a matéria completa:

Sem condições para fazer a matrícula, o jovem Cristhian Herald vai à luta pelo antigo sonho

O sonho de ser médico ficou mais próximo da realidade depois da aprovação no vestibular para a Faculdade de Medicina de Campos. No último dia 19, saiu o resultado para os candidatos, entre eles, Cristhian Herald Meireles, de 20 anos. Filho de uma dona de casa e de um caldeireiro, a família não tem condições de pagar a matrícula, nem a mensalidade de quase oito mil reais. O rapaz não se intimidou e foi para rua tocar violino e vender doces a fim de arrecadar o valor necessário. “Eu tenho fé que vou conseguir levantar esse dinheiro e ser médico”, disse.

Esta foi a segunda tentativa de Cristhian Herald no vestibular da FMC. Ele ficou em trigésimo segundo lugar na lista dos classificados. A ideia de vender doces e tocar violino na rua partiu dele mesmo. “Achei que era uma boa oportunidade de oferecer um pouco da minha arte, pois estudo violino desde os 11 anos. E a minha mãe sabe fazer doces muito bem. Daí, fui ajudá-la na cozinha e a comprar os ingredientes. No fim da tarde, saio de casa para vender na Avenida Pelinca, onde toco várias canções, inclusive natalinas”, contou.

A história do jovem estudante chamou a atenção nas redes sociais. Uma usuária postou um vídeo com a campanha que ele criou para pagar a matrícula. Em poucas horas, a postagem tinha sido compartilhada quase duas mil vezes, e o vídeo de Cristhian vendendo doces e tocando violino tinha sido visualisado quase 30 mil vezes. A dona de casa Jaqueline Meireles, mãe do rapaz está confiante. “Ele é muito determinado. Fazia tempo que eu não fazia doces. Dá trabalho, pois sou mãe de outros três filhos mais novos, e a gente precisa se esforçar bem mais”, comentou.

O pai de Cristhian, o caldeireiro Charles Damasceno, ficou desempregado um bom tempo, e há um mês conseguiu colocação numa empresa. “Não temos condições de pagar uma mensalidade tão alta, mas temos fé que ele conseguirá um financiamento para os estudos”, acredita. O jovem informou que pretende se candidatar ao programa de bolsas de estudos oferecido pela Faculdade de Medicina de Campos. “Depois de pagar a matrícula, pretendo concorrer à uma bolsa integral”, anima-se.

Em três dias, Cristhian conseguiu arrecadar R$1,3 mil vendendo doces. Ele conta que uma embalagem com oito unidades custa R$10 e com quatro unidades custa R$5. “Recebemos algumas doações de amigos e familiares também. Alguns até depositaram doações em minha conta bancária. Qualquer ajuda é bem-vinda”. Atualmente, Cristhian Herald toca violino na Igreja Adventista, onde frequenta, e quando surge oportunidade, se apresenta em casamentos e aniversários. “Eu amo a música, mas é difícil se manter. Estudei automação industrial no Instituto Federal Fluminense, em Campos, mas não me identifiquei. Meu objetivo mesmo é ser médico”, revela.

Nas próximas semanas, Cristhian pretende se empenhar ao máximo na venda de doces, já que as aulas na Faculdade de Medicina de Campos estão previstas para começar já no início de 2018. Até lá, ele pretende arrecadar o valor da matrícula que é de R$ 7.802,53. “Minha rotina tem sido assim: ajudo minha mãe durante o dia na cozinha, e à noitinha parto para a rua vender e tocar violino. Estou feliz por ter chegado até aqui e quero ir até o fim para realizar este grande ideal. Ainda não sei à qual área da medicina vou seguir, mas eu quero cuidar de pessoas. O Brasil precisa de bons médicos para atender a população mais carente, principalmente. Eu vou me dedicar a isto”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *