Blog do Adilson Ribeiro

Cuiabá – Sexta-feira -23:45 – Pai mata bebê porque chorava demais e vai preso. Click na foto e veja a matéria completa:

O choro da filha de dois meses foi o motivo relatado por um pai para justificar o assassinato dela, em Várzea Grande, Cuiabá. Leo Marui Melgar, de 27 anos, preso nesta sexta-feira (26), 367 dias após a morte da bebê Lilian Marui Melgar. De acordo com a Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Melgar foi preso em Sinop, a 503 km de Cuiabá, e confessou o crime.

Aos policiais, o suspeito teria dito ainda que estava drogado no momento em que agrediu a bebê. Lilian chegou a ser levada para o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG), onde chegou inconsciente, em 23 de janeiro do ano passado.

Ao darem entrada na unidade, os pais teriam dito que ela havia sido asfixiada acidentalmente, enquanto dormiam. A mãe chegou confirmar tal versão. Transferida ao Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), Lilian não resistiu. A causa da morte seria hemorragia cerebral.

Delegado responsável pelo caso, Frederico Murta, da DHPP, disse que os indícios de homicídio eram fortes demais. Testemunhas também depuseram que a criança teria sido agredida pelo pai. O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal de Várzea Grande. Melgar não tinha passagens pela polícia e foi internado recentemente em clínica para tratar a dependência química, mas acabou fugindo do local. Agora, será encaminhado à Penitenciária Osvaldo Florentino Leite Ferreira (Ferrugem) em Sinop.

Fonte: Notícias ao minuto / foto ilustrativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *