Blog do Adilson Ribeiro

Sábado – 15:40 – Ex-vereador é preso acusado de abusar de crianças em biblioteca. Click na foto e veja a matéria completa:

Deusdete Gomes da Silva foi preso em São Paulo

Deusdete Gomes da Silva, 60 anos, foi preso por policiais civis paulistas, na localidade de Perus, em São Paulo, na tarde de quinta-feira (12) acusado de abusar sexualmente de, pelo menos, 14 crianças no município de Mucurici, no Espírito Santo.

O suspeito já foi professor de matemática, vereador e tesoureiro da prefeitura de Mucurici por oito anos. Antes de ser exonerado pela prefeitura no dia 27 de junho, Deusdete da Silva trabalhava como comissionado em uma biblioteca do município, onde cometia os abusos, segundo a polícia.

De acordo com o titular da Delegacia de Polícia de Montanha, Wesley dos Santos, as vítimas eram meninas entre nove e 11 anos de idade.

“Segundo relatos das vítimas, ele utilizava bombons como forma de atraí-las até a biblioteca da escola, onde ocorriam os abusos. A primeira vítima nos procurou há cerca de um mês e, gradativamente, foram aparecendo outros pais para denunciá-lo”, disse.

PRISÃO

Após ser expedido o mandado de prisão preventiva contra o suspeito, na última quinta-feira (05), os policiais descobriram que ele havia fugido para a casa de uma irmã em São Paulo.

“Depois de efetuarmos contato com a polícia de lá, solicitando apoio, eles o prenderam. Os policiais montaram um campana e localizaram o suspeito quando estava na rua próximo a casa da irmã”, Writing Studio eador, Jucimar Viana Pinto, negou as acusações e disse que vai pedir a transferência do Deusdete da Silva para o Espírito Santo.

Por meio de nota, a prefeitura de Mucurici informou que Deusdete estava no cargo comissionado desde março de 2017. Em maio deste ano, ele foi afastado por conta da suspeita dos crimes.

O ex-vereador foi exonerado no dia em 27 de junho deste ano, após o Prefeito receber informações de um membro do conselho tutelar, dizendo que tinham grandes chances de serem verídicos os indícios de que ele cometia os abusos.

Fonte: Gazeta online

Writing Studio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *