Blog do Adilson Ribeiro

Sexta Feira – 19:25 – Bolsonaro espera ter alta do hospital até o fim deste mês. Clique na foto abaixo e veja mais

Candidato do PSL aparece sorridente e demonstra otimismo em gravação divulgada na tarde desta sexta-feira (21/9) nas redes sociais

Em vídeo publicado na tarde desta sexta-feira (21/9) no Instagram, Jair Bolsonaro (PSL) aparece sorrindo e demonstra otimismo com a expectativa de receber alta do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde está internado.

Embora tenha dito anteriormente que deveria ir para casa dentro de uma semana [até domingo 23/9], nesta gravação o presidenciável não define uma data, diz apenas que deve sair do centro médico até o fim de setembro.

“Nunca me senti tão bem na vida. Até o final do mês, se Deus quiser, estarei de alta. Estamos juntos, até a vitória”, destacou o postulante ao Palácio do Planalto.

Depois de ser submetido a uma drenagem para retirada de líquido localizado ao lado do intestino, na quinta-feira (20), Bolsonaro caminhou pelos corredores do Albert Einstein e mandou uma mensagem aos apoiadores: “Me aguardem. Primeiro turno, hein, pessoal”, disse.

Bolsonaro está hospitalizado desde 6 de setembro, quando foi esfaqueado durante agenda de campanha em Juiz de Fora (MG). Ainda no município mineiro, ele passou por cirurgia e, dois dias depois, foi transferido para a unidade particular de saúde paulista, onde foi operado novamente. Adélio Bispo de Oliveira, 40 anos, foi preso em flagrante pelo crime e está detido em prisão de segurança máxima no Mato Grosso do Sul desde o dia 8.

 

Bolsonaro mantém liderança
Pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta sexta-feira (21) traz novo cenário de intenção de votos para presidente da República. O candidato do PT, Fernando Haddad, subiu seis pontos e foi a 16%, ocupando a segunda colocação. Em primeiro lugar, segue Jair Bolsonaro (PSL), que subiu dois pontos e, agora, soma 28%. Ciro Gomes (PDT) caiu um ponto, de 12% para 11%.

Os números são semelhantes aos da última pesquisa feita pelo Instituto Datafolha, que trouxe Bolsonaro com os mesmos 28%, e Haddad com 16%.

 

Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *