Blog do Adilson Ribeiro

Quarta-Feira – 23:38 – Vídeo mostra que homem que agrediu proprietária de loja não foi agredido antes. Assista o vídeo Abaixo:

Homem havia se justificado afirmando que foi agredido antes, mas imagens de segurança do local não mostram as supostas agressões

São Paulo – Um novo vídeo de uma câmera de segurança mostra um homem identificado como Rodrigo Ferronato momentos antes dele vandalizar uma sorveteria e agredir a proprietária da loja, em Campinas.
No vídeo, é possível ver Rodrigo se aproximando do balcão com sua máscara embaixo do nariz. A funcionária diz algo para ele e coloca os picolés que ele planejava levar dentro de um saco, sem entrega-los ao homem.

Depois de alguns instantes, ele liga para um número não identificado e começa a filmar a funcionária. Uma discussão se inicia e, depois de segundos, ele tenta dar um tapa na mão da moça. Os trechos que vêm depois já haviam sido divulgados.

Em entrevista ao site A Cidade On Campinas, Rodrigo disse ter sido agredido com socos e empurrões. Entretanto, tais agressões não aparecem nas filmagens divulgadas.

 

 

Fonte: O Dia

6 comentários sobre “Quarta-Feira – 23:38 – Vídeo mostra que homem que agrediu proprietária de loja não foi agredido antes. Assista o vídeo Abaixo:

  1. Antonio

    Eis aí um caso típico de stress da libido anal. Acontece que sorvete é frio, este “valentão” aí estava à procura de um “picolé” quente. Coitado, foi no lugar errado! Por muito pouco ele não vira uma cadeira e senta em uma das suas “longas pernas” para relaxar. Ah! Que alívio! Mas, entre plumas e paetês, ele não encontrou os cacetês. Pena que no balcão havia uma mulher, uma concorrente.
    …e no carro o diálogo seguia o que a companheira já sabia… para variar, perguntas retóricas como:

    – O que foi amor?
    – O de sempre, um tesão no C* daqueles.
    – Amor, em casa eu faço um terra.

    Mas, Freud Explica. Ora, as cinco fases do desenvolvimento psicossexual, a saber: oral, ANAL, fálico, latência e genital. agora, vocês perceberam o comportamento do rebelde sem causa, então, foi o não foi o típico comportamento de uma criança de 1 a 3 anos de idade?! Nossa quanta coincidência, é que tanta libido, nesta idade, está concentrada no ânus!

    1. Lígia

      Kkk… faço minhas, as suas palavras. Esse deve ser mais um daqueles lutador de MMA que para suprir a libido por mesmo sexo, aqueles que oferecem a cara para outro macho bater e o traseiro para ser esfregado em um octógono, e, como em tempos de pandemia o C* também está em quarentena, e a cara sem levar mão pesada de outro macho, dá nisso aí, stress de libido anal. E nós mulheres é que temos de suportar esse tipo de gente. Tomara que a companheira dele tenha um consolo de pelo menos uns trinta centímetros para relaxar aí o “machão”.

  2. Regina

    Verdade. Comentários que têm lógica. Convivi com um tipo desse aí, agressivo com mulheres e uma franga quando se encontrava em uma loja de material esportivo para homens ou em uma academia só para macho. Em casa pedia carícias no traseiro e toque “suave” de dedo no C*. Cansei, cansei de caminhãozinho “reboque”. Bico nele, fui atrás de um navio quebra-gelo de 75.000 cavalo de potência.

  3. Cecília

    Concordo com tudo o que foi escrito aqui. Um tipinho miserável de “homem”. Penso que seja tudo isto mesmo, relacionado à falta de um outro macho esfregando nele. Dando na cara dele e fazendo ele morder fronha. Que tapa foi aquele na mão da moça. Que dedo apontado para ela foi aquele. Que invasão de privacidade foi aquela com o celular. Claro que o moço aí está em falta de tapa na cara e de C* cheio de P* por um outro que deve ter dado o fora nele. A mulher que está acompanho ele é bonita, quem sabe ela encontra um que satisfaça os dois, ela e ele. Realmente é preciso enxergar o mundo por entrelinhas. Claro que é um caso característico da libido anal. O que mais seria?

  4. Moura

    Ó, aviso e comunico, com uma mulher bonita igual a essa aí do lado, esse traseira murcha não vai conseguir um macho pra ele não. Alguém avisa a esse “ré no quibe” que não é violentando mulheres que ele vai conseguir resolver o problema dele não. Não encontrou um macho ainda para aliviar o stress, compre um pepino.

  5. Silvana

    Pois é né, não fosse a sociedade tão preconceituosa, esse homem do vídeo estaria vivendo com outro homem feliz da vida, não agredindo mulheres nem exibindo uma companheira para a sociedade não o julgar. Uma coisa é certa, feliz ele não é. Vai ser feliz de quatro e com a boca cheia satisfazendo outro macho que te faz feliz rapaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *