Blog do Adilson Ribeiro

Terça-Feira – 23:48 – Macaé e estado selam parceria para qualificação profissional: Emprego é o maior projeto social, diz prefeito. Veja Abaixo:

O prefeito de Macaé, Welberth Rezende (Cidadania) recebeu, nesta terça-feira (4), o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Doutor Serginho (Republicanos), com o objetivo de discutir pautas responsáveis para o desenvolvimento econômico da cidade e região.
O secretário veio acompanhado do presidente da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do Rio de Janeiro (Fundação Cecierj), Rogério Pires e do presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), João Carilho.

Eles concederam entrevista à uma rádio local logo no início da manhã. A conversa entre estado e município estabelece a formatação de um novo quadro de cursos direcionados a formação da mão de obra local, de acordo com as novas perspectivas já lançadas pelos mercados de óleo, gás e energia.
“Além da Faetec, vamos conversar, estabelecer uma parceria com a prefeitura e os empresários da cidade para que a gente possa oferecer cursos com a vocação efetiva da cidade para trazer inovação, pesquisa, misturar todos os seguimentos para que o povo possa ser atendido justamente naquilo que é preciso neste momento. Unir esforços utilizando todo o equipamento da secretaria para atender Macaé e entorno”, destacou Doutor Serginho.

Com a parceira, a grade de especializações oferecidas pela Faetec em Macaé irá aumentar, com a oferta gratuita de cursos muito solicitados pelos munícipes, como os de Huet e Salvatagem, fundamentais para quem deseja entrar para o setor de Óleo e Gás.

“Iremos adequar nossa demanda de cursos de acordo com a conversa com o setor empresarial, para que a gente coloque alunos que façam cursos e saiam realmente empregados, inclusive a gente vai pedir esse compromisso do setor produtivo. A pandemia tem dois elementos que a gente entende que vem atrapalhando muito a nossa sociedade, primeiro a crise sanitária, a saúde, outro a fome, que tem chegado por conta da queda da nossa economia. A fome é uma realidade hoje, então esse movimento que a gente está fazendo hoje é para que a gente possa realmente apanhar o desenvolvimento econômico do estado assegurando capacitação para as pessoas que vão voltar a ter suas atividades profissionais”, salientou o secretário.

O prefeito de Macaé, Welberth Rezende, destacou a necessidade de oferecer cursos que atendam a demanda efetiva da população. “Vamos ouvir dos empresários locais, qual é a necessidade real, e aí juntos, atualizar essa grade e oferecer esses cursos a essas pessoas. Estamos vivendo em um momento de pandemia, um momento muito complicado, mas já estamos pensando nesse momento de retomada. Nós estamos hoje conversando, já prospectando a retomada do mercado, já buscando iniciativas, pois daqui alguns meses, o mercado começa a se reaquecer e as pessoas precisam estar no mercado de trabalho. Será que as pessoas estarão qualificadas para isso, ou nós vamos perder essa mão de obra?”, disse o prefeito, salientando que gerar empregos garante a dignidade de volta aos cidadãos.

“É importante nesse momento pensar na questão de salvar vidas, mas também na questão da outra vacina, contra fome, desemprego, pois neste momento muitas pessoas se encontram nessa situação. Emprego é o maior projeto social que a gente pode oferecer a uma pessoa, oferece dignidade para poder cuidar da sua família, trazer o sustento para ser lar, isso nunca foi tão atual, discutir a questão de retomada de emprego, a parte social, que as pessoas tenham, o básico, e a gente não quer o básico, a gente quer o melhor para as pessoas, por isso nós estamos aqui hoje”, pontuou Welberth Rezende.

Segundo o presidente da Faetec, João Carilho, os cursos de qualificação serão retomados a partir de junho, sempre ouvindo as secretarias de Saúde os órgãos de Vigilância Sanitária.

 

 

Fonte: Notícias Macaé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *