Blog do Adilson Ribeiro

A maior parte da Ponte Frigorífico/Matadouro foi Construída no Governo Fernando Paulada-2011/2012. Assista ao vídeo abaixo:

2 comentários sobre “A maior parte da Ponte Frigorífico/Matadouro foi Construída no Governo Fernando Paulada-2011/2012. Assista ao vídeo abaixo:

  1. José Luiz Ribeiro

    Se compararmos com outros prefeitos, o Paulada foi o que mais fez por Itaperuna, já que teve apenas dois anos de mandato. Fez reposição de 50% de perdas de produtividade cortadas no governo Jair. Iniciou as compras da Agricultura familiar. Conseguiu emenda parlamentar para construção da primeira creche pública do município de Itaperuna que foi construída no bairro Surubi. Viabilizou o transporte para os alunos do IFF e dos alunos dos distritos estudarem em Itaperuna. Regulamentou o valor por aluno das creches conveniadas com recursos do MEC. Realizou o último concurso público que já faz 11 anos e nenhum outro prefeito fez. Promoveu formação continuada com 100 vagas de pós-graduação para os servidores da Educação municipal. Além de diversas obras nos bairros e a construção do maior trecho da ponte que liga o bairro Aeroporto ao Frigorífico.

    1. Olha o Picole

      Bom dia, corretissimo , Um ex prefeito que pouco de nos Itaperunense dar o Valor, reconhecimento , Um vice que ao assumir mostrou trabalho efetivo de um chefe do Executivo, … Nao desvalorizar essa promessas da ponte entretanto que tenha aprendizado e expericias para nao ser repetirem os erros como a atual obra de escoamentos das aguas pluviais , que acredito que os os Poderes Executivo e Legislativo Itaperunense estejam cobrando o porque nao eficacia , e sao 5 anos de garantia da obra, essa Camera de Vereadores nao deixar passar o prazo , evoluirmos que obra publica nao poder ser entrega dessa forna, uma violencia contra todos os municipes…Mas parabens pela bela citacao aos Ex prefeito Paulada , darmos o reconocimiento em Vida, e que as suas atitudes sejam de experiencia multiplicadora….e nao uma historia apaga da entres milhares de nosso Brazil…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *