Itaperuna Sábado – Espaço de Fotografia Senac é uma das novidades da XVII Merco Noroeste

mercofoto_1

O espaço de Fotografia Senac, anexo ao “Salão SENAC – Saúde, Beleza e Bem estar”, é uma das novidades da XVII Merco Noroeste – Feira Industrial e Comercial do Noroeste Fluminense – que está sendo realizada na Universidade Iguaçu (Unig), situada na BR 356, Km 02, de 27 a 29 de agosto.

O salão está montado numa área de aproximadamente 500m², com espaço para apresentação das atividades e estandes de clínicas de estética, representantes comercias de produtos de beleza e empresários do setor que apresentarão as novidades do mercado para qualificar e estimular a ampliação e a inovação neste segmento de mercado.

O espaço “Salão SENAC – Saúde, Beleza e Bem estar” também tem o objetivo de oferecer capacitação profissional no setor de imagem pessoal, visando a independência financeira e criando oportunidades de renda e geração de empregos.

De acordo com Robson Freitas, gerente do Senac RJ (unidades de Itaperuna, Santo Antônio de Pádua e Itaocara), a fotografia desperta a atenção das pessoas, principalmente dos jovens, que acabam sendo ‘atraídos’ para o estande, onde a equipe do Senac RJ tem a oportunidade de apresentar os cursos e projetos da Instituição. O estande do Senac RJ é um dos mais disputados da Feira.

Neste ano, o horário de funcionamento da Merco será de 17h às 23h (pavilhões) e 17h às 02h30min (praça de alimentação).

A Merco Noroeste é patrocinada pelo Sebrae, Firjan, Fecomércio/Senac, Unig e Banco do Brasil; com o apoio da Prefeitura de Itaperuna, Comuniqque, 103 FM, 102 FM e Jovem Pan; promoção e organização da B2B Empreendimentos. Outras informações poderão ser obtidas no site da Merco Noroeste (www.merconoroeste.com.br).

 

Informação: Eusébio Dornellas / Agência Comuniqque e Senac RJ

Foto: Graciella Dornellas

Sexta-feira – Acusado de tentativa de homicídio se entrega à polícia

acusado-tentativa-660x330

Considerado foragido da justiça desde que foi acusado de tentar matar um rapaz no Parque Lajinha, Natividade, no final da noite desta última segunda-feira (25), Jumárcio Luiz da Silva, de 29 anos, acompanhado do advogado e da família, se entregou à polícia no final da manhã desta sexta-feira (28)

O rapaz contra quem já havia sido expedido mandado de prisão preventiva, voluntariamente se apresentou ao delegado Gésner César Bruno, titular da 140ª Delegacia, que tomou seu depoimento, no qual o envolvido nega ter tido a intenção de matar a vítima, Vinícius Silva Rocha, de 30 anos, esfaqueado com diversos golpes de faca na porta de sua casa.

De acordo com a versão do suspeito, que alegou legítima defesa, ele teria se dirigido até à casa de Vinícius para falar com sua irmã (da vítima), com que teve um relacionamento, recentemente rompido. Esta por sua vez, supostamente teria se negado a atendê-lo, quando agressor e agredido tiveram uma discussão e entraram em luta corporal. Neste momento, uma faca, que Jumárcio não soube explicar de onde veio, teria surgido e ferido o rapaz (ele nega ter desferido os golpes). O suspeito também reclamou que era constantemente humilhado e ofendido pela vítima. As explicações, no entanto, não convenceram o delegado, que classificou a história como completamente fantasiosa.

– Esta versão é completamente fantasiosa e não se sustenta diante dos fatos e o conjunto de provas. As testemunhas já ouvidas foram muito firmes em seus depoimentos e nada indica que ocorreu o que ele alega. Representamos pela prisão temporária de 30 dias e certamente esta será convertida para preventiva, – destacou a autoridade policial.

Parentes do suspeito declararam que estão em oração e que “a verdade irá aparecer”. De acordo com eles, familiares o convenceram a se entregar. Já Vinícius, segue internado no Hospital São José do Avaí, em Itaperuna e já apresenta melhora no seu quadro de saúde. Assim que for liberado pelos médicos, deverá prestar depoimento.

RELEMBRE O CASO:

Um homem foi vítima de tentativa de homicídio no final da noite desta terça-feira (25), em frente à casa onde mora, às margens da RJ 220, no Parque Lajinha, Natividade. Informações da polícia, dão conta de que Vinícius Silva Rocha, de 30 anos, teria sido esfaqueado com diversos golpes, deferidos por Jumárcio Luiz da Silva, de 29 anos.

Testemunhas relataram que o acusado, teria abordado a vítima na porta de sua casa, onde tiveram rápida discussão, com o suspeito tendo sacado da faca e o atacado. Vinícius teria tentado de refugiar no interior do imóvel, mas foi alcançado e ferido. Duas mulheres que estavam no local, teriam tentado intervir, mas o acusado fugiu do local.

Removido por populares ao pronto socorro do Hospital Natividade, o rapaz que trabalha embarcado em plataforma de petróleo e estaria de férias, acabou transferido durante a madrugado ao Hospital São José do Avaí, onde segue internado em estado grave. O agressor, que segundo informações da 140ª Delegacia Legal, já teria cumprido pena por homicídio, segue foragido. A motivação do crime ainda não foi completamente esclarecida e testemunhas deverão prestar depoimento durante o dia.

Da redação da Rádio Natividade

Itaperuna Sexta-feira 21:00 – Emplacamento de Cinquentinha pode ficar por Quase 900 reais, fora o IPVA

cinquen_1

Para emplacar sua Cinquentinha o procedimento é o mesmo que para todos os tipos de veículos automotores.

Você precisará tirar a primeira licença e para isto terá que pagar as seguintes taxas:

Um DUDA de Primeira Licença, (001-9) R$ 114,68

Um DUDA de placa+tarjeta e lacre, (708-0) R$ 74,20

Feito isto você deverá comparecer ao posto de Vistoria do Detran que em Itaperuna fica na RUA GREGÓRIO LOPES, 226 – (PRÓXIMO AO MERCADO TEIXEIRÃO), Telefones: 0800-204-040 e 0800-204-041, com os comprovantes de pagamento das taxas e mais os seguintes documentos:

Nota fiscal original do veículo, xerox do RG e CPF ou CNH, e xerox do comprovante de residência.

Depois é só agendar a primeira licença pelos telefones: 0800-040-40 e 0800-040-41 e aguardar a emissão do IPVA, cujo valor a ser pago é de 2% do valor da sua Cinquentinha, comprovado na Nota Fiscal retroativo à data da compra que estiver na nota, ou seja, se a cinquentinha tiver sido comprada em 2012 você terá que pagar o IPVA dos anos de: 2012, 2013, 2014 e 2015 e mais o seguro DPVAT dos dois últimos anos, cujo valor é de 292,01 por ano, só de DPVAT você vai pagar: R$ 584,02

Se o veículo estiver alienado você ainda terá que pagar mais, R$ 127,00 de taxa de alienação.

No final das contas, para emplacar uma Cinquentinha, o proprietário deverá desembolsar: R$ 899,91, e mais o IPVA, que será de acordo com o Valor do Veículo.

Pesquisa: Blog do Adilson Ribeiro

Fontes: Cezinha Despachante e Posto de Vistoria do Detran

SAIBA MAIS

Itaperuna Sexta-feira – Atualizada às 13:10 – Saiba como emplacar sua Cinquentinha – Comandante da PM recomenda que donos de Cinquentinhas não usem seus veículos enquanto não estiverem emplacados

coronel-sylvio-guerra_1O Tenente Coronel Sylvio Guerra falando ao Blog do Adilson Ribeiro disse que desde que a lei 13.154 foi publicada em 31/07/15, no Diário da União, todas os ciclomotores conhecidos também como Motinhas, têm que ser emplacados, sob pena de serem aprendidos, mas como ele sabe que  na nossa região foi disseminada uma cultura de que Cinquentinha não precisa ser emplacada, o Comandante decidiu então dar um prazo para que todas as pessoas sejam conscientizadas e se adequem à lei, o prazo termina no dia 1º de Novembro deste ano, a partir dai, serão realizadas operações com o objetivo de apreender todas as cinquentinhas que estiverem sem placa mas Sylvio Guerra, recomenda que os proprietários evitem usar as Cinquentinhas  sem placa, porque mesmo se neste período de conscientização se envolverem em acidentes, estando sem placa, serão aprendidas e mandadas para o depósito da Rodando certo.

Nota do 29º BPM Itaperuna:

Foi sancionada no dia 31 de julho desse ano, a lei 13154, que tem como objetivo alterar alguns dos artigos do CTB. Uma dessas alterações é referente ao artigo 129 onde foi retirada a responsabilidade do Município quanto o registro e licenciamento dos ciclomotores, ou seja, só o DETRAN tem competência para tal ato em relação aos ciclomotores. Antes da alteração desse artigo por força da Lei 13154/15, ninguém emplacava sua cinquentinha. O ciclomotor que não estiver devidamente registrado e licenciado, deverá ser enquadrado no artigo 230 inciso V do Código de Trânsito Brasileiro e terá a medida administrativa de remoção do veículo ao depósito público. Para conduzir ciclomotores, o condutor deverá possuir a ACC ou a CNH na categoria A. É obrigatório o uso de todo equipamento de segurança. Informando que para evitar que seu ciclomotor seja removido, o condutor necessita o mais breve possível regularizar seu veículo de acordo com as condições estabelecidas no CTB.

Como emplacar uma Cinquentinha:

O Detran de Itaperuna informa que a partir de agora as cinquentinhas terão que sair da loja emplacadas, e que, quem já tem Cinquentinha mas ainda não emplacou, basta procurar o posto de vistoria do Detran, que em Itaperuna, funciona, na RUA GREGÓRIO LOPES, 226 – (PRÓXIMO AO MERCADO TEIXEIRÃO), Telefones: 0800-204-040 e 0800-204-041 – www.detran.rj.gov.br

cinquentinha2_1

Entenda:

Agora é lei e, as famosas motonetas de 50 CC, conhecidas como ‘cinquentinhas’ serão, finalmente, regulamentadas. A lei foi publicada no Diário Oficial da União do último dia 31/07/15 e, de acordo com a legislação, esse tipo de ciclomotor deverá sair da loja já emplacado, assim como os carros e motocicletas. Os condutores deverão ter o Cerificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e os Departamentos de Trânsito (Detrans) é que cuidarão do registro.

Os Detrans pressionaram o órgão nacional, ligado ao Ministério das Cidades, para que pudessem exercer força política que agilizasse a tramitação de um projeto de lei antigo que transferia a responsabilidade para o âmbito estadual. Dessa forma, a Lei 13.154, em seu Art. 24, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), tirou dos municípios a responsabilidade de registrar e licenciar os ciclomotores.

O PL 13.154/15 foi aprovado no Senado no dia 29 de julho e sancionado pela presidente Dilma Rousseff (PT) no dia seguinte. Na verdade, a lei é para regulamentar a Medida Provisória 673/15.

Outra implicação da mudança é que, com isso, os Detrans deverão exigir o cumprimento do disposto na Resolução 168 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que estabelece a obrigatoriedade da habilitação – Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC) –, para conduzir as ‘cinquentinhas’.

Apesar das exigências, algumas regras não mudaram e as ‘cinquentinhas’ continuam proibidas de trafegarem em rodovias e, além disso, não podem rodar na faixa da esquerda.

Sem saber da alteração do CTB, a revisora Margareth Nunes Sales, de 49 anos, que há três anos comprou um ciclomotor, se antecipou e tirou a habilitação para motocicleta no mês passado. Segundo ela, a medida é válida, visto que, muitos adolescentes costumam conduzir esses veículos, arriscando as próprias vidas e a dos outros.

“Mesmo sem carteira, sempre andei direito e com capacete. Essa nova medida é positiva porque, tem muita gente que anda sem saber noção alguma de trânsito, principalmente menores de idade. No entanto, é ruim em relação ao imposto, pois não sei como será o valor a ser cobrado, agora com essa equiparação das ‘cinquentinhas’ com as motocicletas”, observou Margareth.

ACC ou CNH?

Segundo informações, em Itaperuna dificilmente se encontrará uma Autoescola onde se possa tirar a ACC(autorização para conduzir Ciclomotor), ligamos para 3 delas, que além de informar que não prestam tal serviço, foram unânimes em afirmar que não compensa para o condutor tirar a ACC, pois o valor a ser pago e o tempo gasto para fazer o curso e os exames, são praticamente os mesmos de uma CNH(Carteira Nacional de Habilitação-A), e que por esse motivo, é melhor para o proprietário de Cinquentinha, tirar logo a CNH-A.

cinquentinha_1

Fotos e informações: Blog do Adilson Ribeiro

Sexta-feira – Prima de “chefe do tráfico” é assassinada.

2015-08-28_18 46 07_Homicídio

Uma mulher identificada apenas como Raiane foi assassinada na localidade de Ponto Grossa dos Fidalgos, na Baixada Campista, na tarde desta sexta-feira (28/08).

De acordo com a Polícia Militar a vítima é prima de um homem identificado como “Jean”, que seria o chefe do tráfico de drogas do local. O suspeito foi detido no dia 30 de março deste ano. Ainda segundo os policiais, Jean foi apreendido diversas vezes quando menor, por porte de arma e drogas e atualmente, já com 18 anos, estaria à frente do tráfico na localidade.

Antes se ser detido pela Polícia Militar, Jean teria sido alvo de um grupo em oito a dez motocitas que teria invadido a “boca de fumo” para tentar matá-lo. O tiroteio deixou três pessoas baleadas no Conjunto Habitacional Popular de Ponta Grossa.

Fonte: Ururau

Sexta-feira – Dois homens são mortos a tiros tentando negociar uma motocicleta. Veja fotos, vídeo e informações.

O duplo homicídio foi registrado na tarde desta quinta-feira (27/08), no Córrego Volta Grande, no distrito de Patrocínio, na zona rural de Caratinga. Uma testemunha, que pediu para não ser identificada, relatou ao jornalismo do Super Canal que conversa com as duas vítimas quando surpreendidos por dois homens em uma motocicleta.

“Eu estava no local no exato momento e nós estávamos conversando e um outro fazendo um negócio de moto e de repente chegou dois camaradas numa moto prata, o garupa já saiu sacando a arma, falou deita no chão”. Indagado sobre as características dos autores, a testemunha informou que eles eram altos, brancos, usavam calça jeans de cor clara e uma jaqueta jeans também de cor clara.

Segundo apurado, José Carlos e a testemunha trabalham na lavoura de café. Samuel havia chegado momentos depois e conversava com José Carlos sobre uma compra ou venda de motocicleta. Na sequência, os criminosos agiram e pouparam a testemunha após um pedido e porque ela não teria visto a face dos criminosos.

Os corpos de Samuel Garcia Fonseca e José Carlos dos Reis (foto), de 33 anos, foram encontrados no meio da estrada vicinal. A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada. Samuel morreu com um tiro certeiro na nuca. Já no corpo de José Carlos foram encontradas duas perfurações na cabeça. Após o registro do crime, policiais militares vasculharam a região em busca de mais informações e um possível rastro deixado pelos criminosos.

A testemunha foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Caratinga para prestar depoimento. A hipótese de latrocínio, roubo seguido de morte, está mais distante, tendo em vista que no bolso de Samuel foi apreendida a quantia de R$ 950 e no bolso de José Carlos, R$ 541. Os policiais também foram até às residências das vítimas. Na casa de José Carlos, duas motocicletas CG 125cc com placas e chassi adulterados e uma bomba d´água, de origem duvidosa, foram apreendidas. O caso foi encaminhado para a Polícia Civil.

Fonte: Tv Super canal

x - 2015 © Todos os Direitos Reservados.