Itaperuna Sábado – 17:10 – Motociclista em alta velocidade em perimetro urbano, causa acidente com um caminhão.

DSC01322_1 DSC01323_1 DSC01325_1 DSC01326_1

Um jovem que conduzia uma moto em alta velocidade pela rua Alvaro Lanes no bairro Fiteiro, acabou causando um acidente com um caminhão de entrega de uma rede de super mercados local. Segundo informações obtidas no local, O jovem em questão corria muito no momento do acidente, quando sem sinalizar ou reduzir a velocidade, entrou na rua Abgail Teixeira e bateu de frente com o caminhão de entrega.

Com a batida, a moto foi parar em baixo do caminhão. Mas surpreendentemente, o motociclista saiu em leso. Pois se jogou da moto, antes que fosse atingido.

Mas surpresa maior, foi para os Policiais Militares do 29º B.P.M de Itaperuna, o motociclista informou as autoridades policiais, que a moto não tinha documentação, e que estaria totalmente irregular. Dessa forma os Policiais Militares, acionaram a sala de operações para o envio de um reboque.

O fato esta sendo registrado na 143 D.P.L de Itaperuna.

Fotos e Reportagem: Robson Rodrigues/Blog do Adilson Ribeiro.

Sabado – Mulher é Presa acusada de jogar água fervendo em idosa

Gigi-384x480_1

Idosa-morre

28-06-2013_b7570a0819c268a

 

Um cortiço na Praça da Sé, em São Paulo. Esse foi o último endereço de Kati Giane Rodrigues Simão acusada pelo homicídio cometido contra a idosa, Maria Rangel Rodrigues, 86 anos, a cuidadora, mais conhecida como Gigi, foi presa no último dia 19, na capital paulista.

A acusada se mostrou surpresa com a prisão, e disse ainda que não sabia que dona Maria havia morrido. “Eu fiquei chocada quando me falaram que eu estava sendo acusada de um monte de coisas, que estava sendo procurada. Eu nunca fui presa por nada, eu sou trabalhadora”, disse Gigi.

Ela sustentou versões que se contradizem, dizendo que as queimaduras foram causadas pela longa exposição da idosa ao sol, e também pela água do chuveiro, que segundo as investigações ficava bem distante do quarto onde o crime aconteceu.

Gigi, que também tem um mandado de prisão por tortura, está na Polinter em São Paulo, à disposição da Justiça. Segundo a assessoria da 134ª DP, cabe ao juiz determinar a transferência dela para o Rio, e logo depois para Campos, local do crime.

“A delegacia de São Paulo nos comunicou por telefone sobre a prisão da Gigi. A denúncia era de que ela estava andando pelas proximidades da Praça da Sé. Populares que a identificaram através da imagem fornecida pelo Disque Denúncia a viram e entraram em contato com a Polícia. Ela poderá ou não ser transferida para o Rio. Se for, o juiz marcará a audiência e irá oficiar o sistema do Seap [Secretaria de Estado de Administração Penitenciária] para transferência da acusada ao Presídio Feminino de Campos”, afirmou o agente civil.

Relembre o caso

A cuidadora Kati Giane, conhecida como Gigi, estava sendo procurada pela polícia desde julho de 2013. Segundo os filhos de Maria Rangel, de 86 anos, Gigi era a única suspeita de ter provocado queimaduras de segundo grau na cabeça e tórax da idosa, com água fervendo.

A Polícial Civil recebeu informações que a acusada, que é de Bagé, no Rio Grande do Sul, havia sido vista, na Rodoviária Roberto Silveira, centro de Campos. Segundo o delegado adjunto da 134ª DP/Centro, Paulo Pires, tudo levava a crer que a acusada ainda estava na cidade.

“Investigações preliminares e depoimentos de pessoas que já contrataram Kátia Regiane, confirmaram as suspeitas da família da idosa Maria Rangel”.

O delegado ainda revelou indícios de que a acusada sofre de transtorno bipolar e tem um comportamento extremamente agressivo.

Desde a descoberta dos maus tratos, a acusada havia desaparecido. Uma de suas atitudes chamou a atenção dos familiares e da Polícia. Ela havia jogado todos os móveis na rua antes de desaparecer.

Fonte : Campos 24 horas / Ururau

 

Sabado – Dois homens morrem em colisão entre carro e caminhão

 

30-08-2014_c3e01847e2e3db7_1 30-08-2014_d981ab75a88510c_1 thumbsmaterias.php_1

Dois homens morreram e outro ficou gravemente ferido em um acidente ocorrido na madrugada deste sábado (30/08), na altura do Km 26, da BR-101, em Sesmaria, em Campos.

O acidente, colisão frontal, envolveu um Siena de cor prata e um caminhão branco. Os dois homens que morreram na hora eram ocupantes do carro de passeio, assim como a vítima socorrida e levada pelo resgate da Autopista Fluminense para o Hospital Ferreira Machado (HFM). O motorista do caminhão saiu ileso.

Com o impacto da colisão, que aconteceu em uma saída de curva, o carro de passeio ficou totalmente destruído. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local e orientou motoristas até a liberação da pista já que varias peças do veículo chegaram a ficar espalhadas no local.

Os corpos das vítimas, ainda não identificados, foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) de Campos, para exame de necropsia e aguardar o reconhecimento familiar.

 

Fonte : Ururau

x - 2014 © Todos os Direitos Reservados.