Terça feira – Abertura do Campeonato Municipal de Futebol Amador em Itaperuna

2 3 4 Sem título

ITAPERUNA, RJ – No último domingo, 30, aconteceu a abertura do Campeonato Municipal de Futebol Amador 2015, através do Torneio Início, realizado no Ginásio Poliesportivo Edgar Pinheiro Dias.

O prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues, o Alfredão, e o ex-senador da República, Péricles Ferreira Olivier de Paula deram o pontapé inicial para a competição que será realizada em 2015.

O prefeito Alfredão lembrou que o esporte, principalmente o futebol, é de suma importância para aproximar as pessoas, inclusive os jovens, que, segundo o prefeito, precisam ocupar a cabeça com atividades educativas e esportivas. O ex-senador Péricles ratificou as palavras do prefeito Alfredão e disse que o Campeonato é uma excelente oportunidade para observar novos talentos.

Quem também participou da abertura do Campeonato Municipal de Futebol Amador 2015 e do Torneio Início foi o deputado Estadual Jair Bittencourt, que elogiou a organização do evento. O secretário Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Antônio Carlos Santana (Xim), agradeceu o apoio de todos que vem colaborando com o Campeonato e à sua equipe de trabalho, que não vem medindo esforços para realizar a competição.

O Campeonato Municipal de Futebol Amador contará com 12 equipes e a primeira rodada do Campeonato será no dia 05 de setembro – sábado – quando serão realizadas duas partidas: Independente e Cehab, às 13 horas (aspirante) e jogo principal às 15 horas, ambos no campo do Ypiranga. No campo do Vale do Sol, jogam Aduvas e Surubi, às 13 horas (aspirante) e às 15 horas a equipe principal.

Também participaram da solenidade de abertura vereadores, diversos secretários da Prefeitura de Itaperuna, demais autoridades e convidados.

Os participantes do campeonato são: Cehab Futebol Clube, São Matheus Esporte Clube, Guaritá Futebol Clube, Real Bedim Esporte Clube, Independente do São Matheus Esporte Clube, ADUVAS (Vale do Sol) Futebol Clube, São Domingos Esporte Clube, Esporte Clube Nossa Senhora da Penha, Toiama Esporte Clube, Surubi Futebol Clube, Juventude da Torre Futebol Clube e União Futebol Clube.

Decom – Itaperuna, com informações da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer

Fotos: Marcelo Nunes

Itaperuna Terça-feira – Secretaria de Saúde expõe a Gestão do SUS durante a XVII Merco Noroeste

saúdeA Secretaria Municipal de Saúde participou da XVII Merco Noroeste, Feira Industrial e Comercial do Noroeste Fluminense, realizada nas dependências da Universidade Iguaçu (Unig), de 27 a 29 de agosto, expondo como a Gestão do SUS funciona em Itaperuna. O secretário Municipal de Saúde, Marcelo Poeys, participou da abertura do estande e se mostrou muito satisfeito com o projeto de exposição, que demonstrou o passo a passo dos programas de saúde que compõe a Gestão do SUS municipal. Quem também visitou o estande foi o prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues, o Alfredão; o deputado Estadual, Jair Bittencourt; demais autoridades e convidados. De acordo com o secretário Marcelo, nos estandes havia profissionais representantes de cada programa da saúde, que abordavam os visitantes e lhes informavam um pouco, como o respectivo programa funciona e sobre o quê cada programa oferece. Banners alusivos a cada programa estavam expostos, como representação de cada programa e seus respectivos atendimentos. A equipe de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde participou ativamente durante a Feira, distribuindo para os visitantes, folders e cartilhas com informações sobre prevenção de doenças e como promover saúde em sua vida. MARIONETES: EDUCAÇÃO EM SAÚDE DE FORMA LÚDICA Não só enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, dentistas, médicos e outros profissionais marcaram presença no estande da Saúde, houve também entretenimento e diversão, através de teatro de marionetes, para levar informação de forma lúdica, como a prevenção a doenças e a promoção da saúde. As orientações sobre prevenção e promoção dos serviços prestados pela Secretaria, tiveram aliados importantíssimos, como um grupo de marionetes chamados de “Turma do Frederico”, que fizeram suas apresentações teatrais com temáticas voltadas a prevenção de doenças, alimentação saudável, dengue, drogas e alcoolismo, acidentes de trânsito, higiene bucal, fumo e cigarro, dentre outros. O ator Cleyton Passos, de Cachoeiro do Itapemirim, deu vida e voz aos bonecos. “Essa iniciativa de promoção à saúde de forma lúdica, aviva a compreensão tanto das crianças, como dos adultos. É uma forma divertida e interessante de se demonstrar através de bonecos, como algumas doenças nos fazem mal e da seriedade dos riscos que estamos expostos. É de grande valia esse tipo de trabalho”, diz o ator. ABORDAGEM CONSCIENTE E INFORMATIVA Durante todos os dias foram distribuídos kits de higiene bucal, preservativos femininos e masculinos, gel lubrificante, leques e muitos outros brindes dispensados aos visitantes no estandes. Segundo Gesiney Botelho, técnico do NICES (Núcleo de Informação, Comunicação e Educação em Saúde), este ano o secretário de Saúde Marcelo Poeys, optou por uma apresentação mais dirigida aos programas que compõe a Secretaria Municipal de Saúde. “Para que a ação tivesse o resultado esperado, desenvolvemos nossos trabalhos a partir de banners alusivos a cada um dos programa instituídos no SUS municipal. Nossos técnicos abordavam a clientela alvo da informação, e posteriormente, apresentávamos o programa”, informa. Durante os três dias de evento, a Secretaria dispensou profissionais dos setores interno, como também da assistência, dentre eles, os setores do NICES, CEREST/NO, Hepatites Virais/DST, PACS/ESF, NASF, Odontologia, Ouvidoria, Epidemiologia, Combate ao Fumo e PAISM. Mais de 400 pessoas visitaram o estande e foram dispensados em torno de 1.600 unidades de material didático ilustrativo e brindes.

Informação: NICES | Edição: Departamento de Comunicação – Prefeitura de Itaperuna Foto: NICES

Terça feira – Ministério Público Federal quer que Ampla pague multa de R$ 100 mil por trimestre

ampla_1

Concessionária foi condenada por falhas no município de São João da Barra. Uma das falhas mais frequentes é a interrupção no fornecimento de energia, causando muitos transtornos

Ministério Público Federal  (MPF) defendeu à Justiça que a empresa Ampla não pode ser liberada de atender à rede em São João da Barra (RJ) segundo padrões de qualidade fixados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Condenada em 2011 pelas interrupções e outras falhas do serviço local, a Ampla entrou com recurso especial no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra a decisão de multá-la em R$ 100 mil por trimestre se não seguisse dois padrões técnicos (referentes à duração e à frequência de interrupção).

A Procuradoria Regional da República da 2ª Região (PRR2) refutou as alegações da Ampla e pediu que seja mantida a condenação determinada na primeira instância. Na manifestação (contrarrazões) ao STJ, o procurador regional da República João Marcos Marcondes criticou: o ato de prequestionar matéria nesse Tribunal, suprimindo a 2ª instância; a tentativa de promover o reexame indevido das provas; e a falta de relação entre os artigos considerados violados pela defesa, as razões do recurso e o acórdão contestado.

“O MPF pediu a condenação da Ampla por estar efetivamente descumprindo as normas da Aneel, especialmente relacionadas à prestação do serviço aos consumidores finais”, afirmou o procurador regional da República João Marcos Marcondes. “Logo, nunca houve indevida ingerência do Judiciário na autoridade do Executivo. Ficou comprovado que a empresa não conseguiu alcançar as metas de qualidade e distribuição de energia impostas pela própria agência reguladora desse ramo.”

Terça-feira – De Pixinguinha a Beatles, grupo Taruíra leva o choro contemporâneo ao festival de Rosal. Apoio: Blog do Adilson Ribeiro

Há quem diga que George Harrison recorreu a notas de “Asa branca” na música “The inner light”. Mas que os Beatles combinam com Gonzagão, não há dúvidas. Quem comprova isso é o grupo Taruíra: o quinteto instrumental une o chorinho a uma gama de ritmos brasileiros, latinos e jazz e criou uma versão única para “Ticket to ride”. A música de John Lennon, gravada no disco “Help!”, ganhou contornos de “Baião”, um dos grandes sucessos de Luiz Gonzaga, em um arranjo dançante e inédito. Esse é o clima do show “De Pixinguinha a Beatles”, que o Taruíra desenvolveu mesclando suas influências e apresenta pela primeira vez no 5º Festival de Chorinho e Sanfona de Rosal (distrito a 32 Km de Bom Jesus do Itabapoana), no dia 06/09 (domingo).

Quem dá o tom é a música brasileira, mas o grupo não poupa temperos especiais na hora de construir a identidade irreverente de sua música. Hoje, o Taruíra é sinônimo de arranjos bem trabalhados, sempre com muita personalidade. 

Além de “Ticket to ride”, o quinteto apresenta outros grandes encontros musicais. O baião volta a aparecer em “Bolero”, de Ravel; “Caravan”, de Dizzy Gillespie, ganha uma nova sonoridade; e “Hit the road, Jack”, composição de Percy Mayfield imortalizada por Ray Charles, faz a ponte entre “April Child”, de Moacir Santos, e “Um chorinho pra você”, de Severino Araújo. 

O repertório também homenageia outros grandes nomes da nossa música. Pixinguinha marca presença com “Sofres porque queres”, Jacob do Bandolim aparece em “Noites cariocas”, “Bole-bole” e “Brasileirinho”. Waldir Azevedo tem sua “Carioquinha” recriada pelo grupo, que também apresenta obras de Altamiro Carrilho, Zequinha de Abreu e Raul de Barros, entre outros compositores. 

Completam a noite canções autorais do quinteto, gravadas em seu primeiro disco e também no DVD “Nas Nuvens”.  

O show acontece na Praça Vereador Alzemiro Teixeira, com entrada gratuita e classificação livre. O Taruíra se apresenta no palco principal a partir das 18h30.  

O 5º Festival de Chorinho e Sanfona de Rosal é uma realização do Sistema FIRJAN, por meio do SESI Cultural, em parceria com Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Cultura de Bom Jesus do Itabapoana.

cho1Sobre o Taruíra

No estado do Espírito Santo, “taruíra” nada mais é que a comum lagartixa de parede. No Rio de Janeiro, Taruíra já virou sinônimo de boa música, que mescla tradição com modernidade. Nada como uma palavra genuinamente brasileira para dar nome ao que é hoje um dos mais conceituados expoentes do chorinho contemporâneo. Esta, no entanto, não é a única faceta do grupo, que reúne linguagens múltiplas e enfoca a música brasileira e latina em geral.

Formado por Breno Morais (sax soprano e flauta), Carlos Watkins (sax tenor), José Roberto Leão (violão de sete cordas), Maurício Verde (cavaquinho) e Yuri Garrido (bateria), o grupo começou em 2002 como um trio e passou por mudanças na formação, inclusive agregando novos membros, sempre em busca de uma identidade sonora.

O primeiro CD viria em 2007, com 14 canções já consagradas, como “Bolero”, “No balanço do jequibau” e “Pato Preto”, de compositores como Pixinguinha, Tom Jobim, Hermeto Paschoal, Guerra Peixe, Maurice Ravel, Garoto, entre outros. O músico bandolinista Paulo Sá foi o responsável pelos arranjos do trabalho independente, conferindo à obra originalidade e explorando a potencialidade nata do conjunto de músicos, em uma versátil mescla de influências. 

Grandes nomes da música instrumental participaram do CD de estreia do Taruíra, entre eles Jorginho do Pandeiro (Época de Ouro), Celsinho Silva (Nó Em Pingo D’Água), Andréa Ernest Dias (Orquestra Ouro Negro, Pife Muderno e Quinteto Pixinguinha) e Durval Pereira (Pife Muderno). O disco está esgotado e foi vendido nas melhores lojas do ramo em todo o estado do Rio de Janeiro, com veiculações em rádios de grande porte e renome, como as rádios Mec e Roquete Pinto FM. 

Naquele mesmo ano, o grupo deu o pontapé inicial em um projeto que viraria sua marca registrada em Petrópolis: as rodas de choro na Praça da Mosela, onde o Taruíra se apresentou por mais de três anos. O evento começou como um encontro de músicos ao ar livre, mas cresceu e se estendeu por centenas de domingos.

Através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, o Choro nas Praças foi expandido a outros locais da cidade, passando a fazer parte do lazer e da formação cultural dos petropolitanos, fomentando, ainda, o apoio dos órgãos públicos e da iniciativa privada.

Sentindo a necessidade de uma divulgação especializada para o trabalho, em 2010 foi lançado o Taruíra Jornal, que, além de informar o público sobre as atividades do grupo, visava ao aquecimento cultural da região. 

O ano de 2011 marcou a realização de um sonho do Taruíra. A vontade de produzir um material em vídeo do grupo ganhou uma nova perspectiva sob o comando da ParaRaio Filmes. A produtora de Juiz de Fora (MG) propôs a parceria que levaria à gravação do DVD “Nas Nuvens”, com uma linguagem visual única, em uma combinação perfeita com a identidade do grupo. O trabalho tem distribuição independente, além de já estar disponível para ser assistido gratuitamente na internet. 

É a própria internet que serve de base para um trabalho de resgate do choro que o Taruíra faz ainda mais ativamente desde 2013. O grupo disponibiliza online versões e releituras para músicas que são algumas das principais referências do choro. Composições como “Carioquinha”, de Waldir Azevedo, “Espinha de bacalhau”, de Altamiro Carrilho e, mais recentemente, “Chorando baixinho”, em homenagem ao centenário de Abel Ferreira, deram o tom do trabalho, que traz uma nova interpretação para temas clássicos e tradicionais do choro. 

Nestes anos de trajetória, o grupo se apresentou em locais como o Festival Café, Cachaça e Chorinho, 1º Encontro Nacional de Empreendedorismo Cultural, Jogos Mundiais Militares 2011, projeto Choro no Werneck, na Feira da Providência e no Rio Scenarium, no Rio de Janeiro; no Bar da Fábrica e no Café Muzik, em Juiz de Fora; e no Palácio de Cristal, festivais de inverno do Sesc e da Dell’Arte e no Palácio Rio Negro, em Petrópolis, além de projetos e shows em Teresópolis, Nova Friburgo, Paty do Alferes, Ipatinga e Belo Horizonte.

cho2

Fotos: Mariana Rocha

Fonte:Divulgação/Blog do Adilson Ribeiro

Itaperuna Terça-feira – Lidando Com as Críticas Negativas!

Por Leandro B. Levone (*)
leandro1_1_1_1_1
A capacidade de lidar com críticas negativas, de modo positivo, definirá o nosso sucesso e bem-estar emocional e espiritual. Nenhuma pessoa é indiferente a críticas, porém, há momentos em que se torna difícil lidar com opiniões negativas.
Até mesmo Jesus, um homem perfeito, foi duramente criticado. Ele foi chamado de glutão (Mateus 11.19), bêbado (Lucas 7.34) e amigo de pecadores (Marcos 2.16). Em relação a esse tema, gostaria de destacar alguns aspectos que, acredito que sejam importantes para o nosso aprendizado.
Líderes, por exemplo, recebem críticas, independente se o que fazem é bom ou ruim. E, quando cometem uma falha, esta sempre será mais apontada do que seus acertos. Isto porque, infelizmente, o ser humano tem a tendência de promover mais o que é negativo.
Geralmente, pessoas públicas são alvos até mesmo de quem não as conhecem. Há quem perca seu precioso tempo com isso – talvez uma maneira inconsciente de se autopromover e as redes sociais são uma prova disso.
SE VOCÊ SOFRE COM CRÍTICAS, VEJA ALGUMAS DICAS PARA TENTAR LIDAR COM ELAS:
 
1 – CULTIVE A MENTE DE CRISTO E PREPARE-SE PARA LIDAR COM AS CRÍTICAS. Elas fazem parte de nossa caminhada nesta terra.
2 – NÃO SE ESTRESSE TENTANDO EVITAR AS CRÍTICAS. O tempo mostrará quem você é, e quem são os críticos.
3 – QUANTO MAIS BEM-SUCEDIDO VOCÊ FOR, MAIS SERÁ ALVO DE CRÍTICAS.
4 – CONSIDERE AS CRÍTICAS COMO UM ESTÍMULO E VOCÊ ALCANÇARÁ PATAMARES MAIS ALTOS.
5 – QUEM COLOCA DEFEITO EM TUDO, GERALMENTE, VIVE RODEADA DE PESSOAS NEGATIVAS. Mateus 6.22,23 diz que nós enxergamos o que há dentro de nós: A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz. Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!
6 – SEJA POSITIVO OU NEGATIVO EM RELAÇÃO ÀS CRÍTICAS. A escolha é sua!
7 – NÃO COMPARTILHE A SUA VIDA EMOCIONAL, ESPIRITUAL E PROFISSIONAL COM PESSOAS NEGATIVAS E INVEJOSAS.
8– SEJA HUMILDE E AGRADECIDO A DEUS POR TUDO.
9 – NÃO DEIXE QUE AS CIRCUNSTÂNCIAS AFETEM A SUA FÉ E O SEU BOM HUMOR.
10 – SEJA CAPAZ DE CONTAGIAR POSITIVAMENTE AS PESSOAS QUE ESTÃO À SUA VOLTA, MESMO DIANTE DE SITUAÇÕES NEGATIVAS.
O modo como lidamos com as críticas é mais importante do que as críticas em si. Há quem esteja em depressão e com o seu potencial paralisado porque deu ouvido a quem não faz nada nem deixa que outros façam.
Não pare a sua trajetória por causa de críticos. Levante-se, comece a agir e cumpra o propósito para o qual Deus o chamou, pois Ele cobrará de você, e não dos seus críticos, o cumprimento da missão que confiou a você. O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente;  (1 Pedro 2.23.)
Vamos refletir sobre isso!!!
Leandro B. Levone (*)
 
Leandro Bazeth Levone, 34 anos, é Administrador de Empresas, Personal Coach Formado na Sociedade Brasileira de Coaching, Professor Universitário, Coordenador do MBA em Gestão Pública da CIMPRO, Palestrante, Consultor de Negócios, Consultor Sênior da CIMPRO Inovadora e Educação LTDA e Consultor Governamental, com Mestrado em Economia Empresarial pela UCAM, é Mestrando em Gestão Regional e Planejamento de Cidades pela UCAM, Pós-graduado em Gestão e Desenvolvimento Empresarial pela UFRJ, especialista – pós-graduado em Direito Público pelo IDP – Instituto Brasiliense de Direito Público, pós-graduado – MBA Executivo Internacional em Gestão de Projetos na Fundação Getúlio Vargas e cursa uma pós-graduação em Teologia Internacional. Foi Secretário Municipal de Administração do Município de Natividade de dezembro de 2006 a julho de 2010, ano em que se tornou Secretário Municipal de Administração, Fazenda e Planejamento em Natividade onde permaneceu até maio de 2015 e foi Professor convidado nos cursos de Pós-graduação Lato Sensu – MBA da FACC-UFRJ (Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro) por 02 (dois) anos.

Itaperuna – CONTACTO ACABAMENTOS Apresenta: Muito mais Novidades para a sua casa!!!

contaccozinha

DSCN6165

DSCN6166

5

8

6

DSCN6152

DSCN6172

DSCN6176

DSCN6178

DSCN6175

Contacto-900

x - 2015 © Todos os Direitos Reservados.