Sexta-feira – Policial militar é preso em flagrante por associação ao tráfico de drogas e com 87 mil reais

Ele e um comparsa foram presos em Macaé e saíram do Morro da Pedreira, em Costa Barros, para abastecer o tráfico na região

Adriano Araújo

Policiais militares do 32º BPM (Macaé) prenderam em flagrante, na madrugada desta quinta-feira (02/07), dois suspeitos, entre eles um policial militar, por associação ao tráfico de drogas. A prisão ocorreu na RJ-168, em Macaé, e com eles foram encontradas uma pistola de uso restrito, cinco celulares e R$ 87 mil em espécie.

Segundo a PM, policiais do 32º BPM receberam informações de que os homens saíram do Complexo da Pedreira, em Costa Barros, estariam abastecendo o tráfico de drogas na comunidade Nova Holanda, em Macaé. O chefe do tráfico no Morro da Pedreira é Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, bandido mais procurado do estado e cuja recompensa é de R$ 50 mil.


Dinheiro apreendido com policial e comparsa em rodovia em Macaé: eles levavam o dinheiro para o Morro da Pedreira, em Costa Barros

Foto:  Divulgação

tro

O policial militar Paulo Tavares Junior, de 40 anos, e Julio Couto Cardoso, de 26 anos, foram presos quando se dirigiam de carro à comunidade de Costa Barros. Na abordagem, os policiais encontraram o dinheiro, a pistola 9mm e os aparelhos celulares dentro do veículo. O PM disse em depoimento que a grande quantia era proveniente do tráfico de drogas na comunidade de Macaé. De acordo com a 123ª DP (Macaé), eles responderão por associação para o tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

O PM, que era lotado no 23º BPM (Leblon) também informou no depoimento já ter cumprido pena no Batalhão Especial Prisional (BEP) da Polícia Miliar. Segundo o 23° BPM (Leblon), onde o policial era lotado, ele já foi encaminhado ao BEP e será submetido a Conselho Disciplinar. Em nota, a Polícia Militar informou que o policial foi excluído em 2008  da corporação por deserção. Em 2009, no entanto, foi incluído novamente depois de ordem judicial.

Fonte: O Dia

Quinta feira ATUALIZADA 21:30h- Mulher que matou grávida e roubou o bebê diz que fez o “parto” com a vítima desacordada

Grávida encontrada morta em Ponte Nova (Foto: Reprodução / TV Globo)

A mulher que confessou ter matado a grávida de 21 anos e roubado o bebê, em Ponte Nova, na Zona da Mata de Minas Gerais, registrou a criança em nome dela e do marido no cartório da cidade. A informação foi confirmada pelo delegado Silvério Rocha, responsável pelo caso. Em depoimento à polícia, a suspeita afirmou que havia simulado a gravidez para manter o casamento e premeditou o crime.

Ainda de acordo com o delegado, o marido foi ouvido e liberado e não há indícios de participação dele no crime. Mas nenhuma hipótese é descartada. Nesta quinta-feira (2), a polícia busca imagens de câmeras de segurança que mostrem o trajeto da vítima, antes do assassinato.

Na quarta-feira (1º)  foi feita a reconstituição do crime. A mulher presa disse ter cortado com uma lâmina a barriga e o útero da vítima para fazer o parto. O crime aconteceu em Ponte Nova, na zona da Mata de Minas Gerais, e o corpo da mulher de 21 anos foi encontrado na terça-feira (1º) na zona Rural da Cidade. Na tarde da quarta-feira, uma mulher confessou o crime após apresentar versões contraditórias.

Ainda segundo o policial, a mulher disse ter feito o parto com a vítima, que estava grávida de nove meses, desacordada. Ela afirmou ainda ter levado o bebê para casa e depois acionou os bombeiros na última sexta-feira (26). Os bombeiros atenderam a criança e encaminharam a mulher e o bebê para o hospital. Aos militares ela disse que havia feito o parto em casa.

A polícia chegou a suspeita após ela ter sido vista por testemunhas com a vítima no local do crime, uma construção abandonada e o hospital suspeitar do parto residencial. Um andarilho que dormia no imóvel também está preso, ele nega ter participado do assassinato.

Já o bebê está sob tutela do conselho tutelar da cidade. Um exame de DNA foi pedido em caráter de urgência para confirmar a paternidade.

A mãe da vítima diz ainda não entender o que aconteceu e que espera ter a guarda do bebê. “A única coisa que sobrou para nós é o bebê. Porque ela a gente jamais vai poder ter”, falou a mãe a reportagem da TV Globo.

O delegado afirmou que tem 30 dias para concluir o inquérito e que as investigações prosseguem.

G1 MG

Relembre:

Quinta feira 02/07/15 ATUALIZADA às 10:00h.- Mulher diz que matou para roubar o bebê porque mentiu para o marido que estava grávida e precisava salvar seu casamento, ela utilizou um pedaço de pau e Giletes para cometer o crime. Veja abaixo vídeo, fotos e informações:

mortegravida_1_1

Assassina premeditou crime

O delegado Silvério Rocha afirmou nesta quarta-feira (1º) que a suspeita de matar uma grávida e roubar o bebê disse ter cortado com uma lâmina a barriga e o útero da vítima para fazer o parto.

Sem título

Segundo Polícia Civil, criminosa disse que usou lâmina para cortar barriga e útero da vítima – Foto Reprodução: Blog do Adilson Ribeiro

O crime aconteceu em Ponte Nova, na zona da Mata de Minas Gerais, e o corpo da mulher de 21 anos foi encontrado nesta terça-feira (1º) na zona Rural da Cidade.

Na tarde desta quarta-feira, uma mulher confessou o crime após apresentar versões contraditórias. De acordo com o delegado, a suspeita afirmou que havia simulado a gravidez para manter o casamento com o marido e premeditou o crime.

Ainda segundo o policial, a mulher disse ter feito o parto com a vítima, que estava grávida de nove meses, desacordada. Ela afirmou ainda ter levado o bebê para casa e depois acionou os bombeiros na última sexta-feira (26). Os bombeiros atenderam a criança e encaminharam a mulher e o bebê para o hospital. Aos militares ela disse que havia feito o parto em casa.

A polícia chegou a suspeita após ela ter sido vista por testemunhas com a vítima no local do crime, uma construção abandonada e o hospital suspeitar do parto residencial. Um andarilho que dormia no imóvel também está preso, ele nega ter participado do assassinato.

Já o bebê está acautelado em um local seguro, conforme o delegado. Um exame de DNA foi pedido em caráter de urgência para confirmar a paternidade.

A mãe da vítima diz ainda não entender o que aconteceu e que espera ter a guarda do bebê. “A única coisa que sobrou para nós é o bebe. Porque ela a gente jamais vai poder ter”, falou a mãe a reportagem da TV Globo.

O delegado afirmou que tem 30 dias para concluir o inquérito e que as investigações prosseguem.

MAE

Foto reprodução: Blog do Adilson Ribeiro

Click na imagem abaixo e assista ao vídeo:

G1 MG

Quarta-feira 01/07/15 – 18:00h. – Mulher que matou uma grávida de 9 meses e roubou o Bebê que estava dentro dela voltou ao local do crime

recon_1

Para realizar a reconstituição do crime, Gilmária Silva Patrocínio, foi levada pela Polícia na tarde de hoje ao local onde confessou ter matado Patrícia Xavier da Silva e roubado o Bebê, um menino, que ainda estava na barriga da Mãe.

Quarta-feira – Mulher confessa que matou grávida para roubar o bebê

A mulher presa na manhã desta quarta-feira, suspeita de matar a grávida Patrícia Xavier da Silva, de 21 anos, em Ponte Nova, Minas Gerais, confessou o crime. Detida com o marido, Gilmária Silva Patrocínio admitiu que matou a mulher que estava no nono mês de gestação para roubar o bebê, que ainda estava na barriga da vítima. O bebê, um menino, está vivo e recebe os cuidados de assistentes sociais.

No depoimento à polícia, Gilmária chegou a negar a autoria do crime, mas não sustentou a versão apresentada e depois confessou que havia cometido o delito. A Polícia Civil informou ainda que, na tarde desta quarta-feira, vai com Gilmária fazer a reconstituição do crime. Ela e o marido, que não identidade revelada, estão presos preventivamente. A polícia ainda procura por outro suspeito de participação no assassinato. Patrícia foi encontrada morta nesta terça-feira, depois de ficar por quatro dias desaparecida. Na sexta-feira, a jovem saiu de casa para fazer o último exame antes do parto. O corpo dela foi encontrado com um corte no pescoço e outro na barriga. O bebê já havia sido retirado.

O corpo da jovem foi encontrado amordaçado Foto: |Reprodução / Facebook

O corpo da jovem foi encontrado amordaçado Foto: |Reprodução / Facebook

Agentes do Corpo de Bombeiros chegaram ao local após uma denúncia anônima. De acordo com a polícia, tudo indica que a jovem foi assassinada pouco tempo antes de ser encontrada, já que o corpo não estava em estágio avançado de decomposição. No local, foram encontrados um colchão, um cobertor, um lenço, um copo de água e restos de comida. A polícia investiga se, antes de morrer, a vítima ainda foi feita refém no local.

A jovem era casada há mais de sete anos e esperava seu primeiro filho. O corpo dela foi encaminhado ao Instituto Médico Legal. Ainda não há informações sobre o sepultamento da vítima.

Quarta-feira – Atualizada às 10:30h. – Um casal foi preso mas nega a autoria e que o Bebê encontrado com eles seja o filho de Patrícia – Crime bárbaro a 3 horas de Itaperuna – Grávida de 9 meses é encontrada morta, com a barriga aberta e sem o bebê, um Menino

gravida-dasaparecida-001O corpo de uma jovem grávida foi encontrado com a barriga aberta, sem o bebê, amordaçado e amarrado nesta terça-feira 30/06. A vítima é Patrícia Xavier da Silva, de 21 anos.

Ela estava desaparecida desde sexta-feira 26/06, dia em que foi ao hospital da cidade para fazer as últimas consultas de pré-natal, já que estava com nove meses de gestação. Ela não foi mais vista desde então.

Às 23:00 horas do mesmo dia, o marido dela procurou a Polícia Militar e registrou um boletim de ocorrência do desaparecimento.

A família recebeu informações de que o cadáver estaria na estrada que dá acesso à Fazenda Estiva. O Corpo de Bombeiros esteve no local e encontrou a vítima. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Ponte Nova.

O crime foi na cidade de Ponte Nova MG.

O bebê ainda não foi encontrado.

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso. Somente após a necrópsia será possível determinar se a mulher morreu antes ou depois da retirada da criança.

O Blog do Adilson Ribeiro entrou em contato com a delegacia de Polícia de Ponte Nova que investiga o caso nesta manhã, e apurou o seguinte:

Um casal com um Bebê foi detido nesta madrugada, eles negam a autoria do crime. A Polícia Civil de ponte nova está tomando as medidas cabíveis.

Foto: Facebook/Reprodução

Fonte: Portal Caparaó

Itaperuna Quinta-feira 19:50h – Mulher é atropelada em Comendador Venâncio

IMG_3486_1_1 IMG_3487_1_1 IMG_3489_1_1 IMG_3490_1_1 IMG_3491_1_1

 

tarja

IMG_3492_1_1

A senhora Maria Enelsa da Silva Freitas de 58 anos, foi atropelada por uma moto, quando trafegava de bicicleta na rua principal de Comendador Venâncio. A motocicleta não foi encontrada no local. A vítima foi socorrida pela Ambulância dos Bombeiros e levada ao Hospital São José do Avaí, com suspeita de fratura no cotovelo esquerdo.

Fotos e reportagem: Priscilla Oliveira / Blog do Adilson Ribeiro

x - 2014 © Todos os Direitos Reservados.