Blog do Adilson Ribeiro

Quinta feira 11:44 – 12 fóruns e duas varas judiciais serão fechados no estado do Rio na região Norte e Noroeste Fluminense. Clique na imagem abaixo e veja a Matéria completa:

 

Desembargador Siro Darlan Oliveira foi quem publicou a informação em sua rede social

O desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Siro Darlan Oliveira, publicou em uma de suas redes sociais a informação de que 12 fóruns e duas varas judiciais serão extintos no estado do Rio. Entre eles, três estão na região Norte e Noroeste Fluminense: Comarca de São Francisco de Itabapoana, duas Varas de Miracema e o Fórum de Laje do Muriaé.

Na publicação, o desembargador questiona se a justiça do Rio também vai encolher em decorrência “da crise social grave”. Para ilustrar a publicação, ele também usou a imagem de uma balança, simbolizando a justiça e o texto bíblico de Mateus 5:6 “Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça porque serão fartos”.

Este ano, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) também extinguiu zonas eleitorais no estado para conter gastos. O TJ ainda não se pronunciou oficialmente sobre os impactos dessa medida, como a realocação de servidores e redistribuição de processos para outras comarcas.

Confira a listagem dos fóruns que serão extintos, segundo a publicação de Siro que teve mais de 80 compartilhamentos:

Comarca de Laje do Muriaé
Comarca de Mendes
Comarca de São José do Vale do Rio Preto
Comarca de Rio das Flores
Comarca de Sumidouro
Comarca de Santa Maria Madalena
1ª Vara da Comarca de Paraíba do Sul
2ª Vara da Comarca de Miracema
Comarca de Rio Claro
Comarca de Conceição de Macabu
Comarca de Pinheiral
Comarca de Casimiro de Abreu
Comarca de Trajano de Moraes
Comarca de São Francisco de Itabapoana.

Fonte: Terceira Via

2 comentários sobre “Quinta feira 11:44 – 12 fóruns e duas varas judiciais serão fechados no estado do Rio na região Norte e Noroeste Fluminense. Clique na imagem abaixo e veja a Matéria completa:

  1. Mouraci Stephen Carecho

    COISAS DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL.

    A tendência natural é a extinção do próprio poder judiciário.
    Essa onda mundial de simplificação e limitação dos direitos e com a implantação do processo eletrônico, em 20 anos nem serão mais necessários juízes.
    Basta calibrar e programar um único computador central para alguns direitos básicos generalizados e seus correspondentes padrões de decisões automáticas, que o próprio sistema vai enquadrar a causa e julgar os conflitos jurídicos.
    Vai funcionar como numa máquina de tomografia computadorizada em que o computador é calibrado para processar cálculos utilizando-se de alguns padrões de densidade, ângulos de incidência e de concentração de absorção.de partículas radiativas, traduzindo tais cálculos numa imagem correspondente, pouco importando se o processo reflete a respectiva realidade ou não. Tomógrafo não é uma máquina que tem “olhos” que entram dentro do sujeito e voltam cá fora para contar o que viram. É apenas uma máquina que enquadra a situação do sujeito numa daquelas que estão calibradas no aparelho.
    Convém lembrar que com as tais bugigangas techs pelo mundo, os hábitos e costumes gerais da maioria das pessoas já estão armazenados, o que permite estabelecer-se alguns padrões de conduta e de direitos básicos que serão impostos a todos indistintamente.
    As máquinas determinarão os limites sociais dos cidadãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *