Blog do Adilson Ribeiro

Terça-feira – 23:10 – Polícia investiga se homem flagrado fazendo sexo com menina promovia encontros com menores. Click na foto e veja a matéria completa:

A Polícia Civil investiga se o servidor público Diniz Horácio da Silva, de 47 anos, promovia encontros sexuais entre adolescentes e outros homens. O suspeito foi preso em flagrante, na manhã desta terça-feira (08)

, mantendo relações sexuais com uma menina de 12 anos em Vitória.

Diniz foi detido por policiais da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA), na casa dele, localizada na periferia da capital. A Polícia Civil começou a investigar o suspeito no dia 19 de abril, após receber uma denúncia anônima.

“Nós recebemos uma denúncia anônima, narrando que, em uma residência em um bairro na Grande Vitória, havia um fluxo, ou seja, um grande entra e sai de adolescentes, principalmente no período noturno. Essas adolescentes iriam para lá a fim de se prostituirem, ou seja, elas recebiam um dinheiro para manter relações sexuais com o morador e com alguns amigos dele”, destacou o titular da DPCA, delegado Lorenzo Pazolini.

Ao chegar à residência, os policiais se depararam com a menina deitada na cama do suspeito. Segundo a polícia, a adolescente usava apenas roupas íntimas e a porta do quarto era trancada com um cadeado.

Questionado sobre a cena, Diniz preferiu não responder. Ele disse que, por orientação de seu advogado, se reservaria ao direito de ficar calado. A vítima passou por exames no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, que comprovaram o estupro.

A menina contou à policia que conheceu o suspeito pela internet, há cerca de 6 meses, e que já tinha ido à casa dele outras vezes. Segundo a polícia, o servidor público sempre oferecia dinheiro para a garota em troca de sexo. Dessa vez, segundo o depoimento dela, o suspeito pagou R$ 50 para que a menina passasse a noite com ele.

O celular de Diniz foi apreendido. No aparelho, a polícia identificou mensagens de cunho sexual, como uma em que o servidor público convida uma menor para tomar uma bebida na casa dele. A investigação da Polícia Civil já chegou a outras duas vítimas, de 13 e 15 anos.

Diniz é servidor público municipal e ocupa um cargo comissionado e de confiança. Ele se apresenta como líder comunitário e ex-candidato a vereador. O suspeito foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável e aliciamento de menores.

Por meio de nota, a Prefeitura de Vitória informou que exonerou o servidor tão logo soube do ocorrido.

 

Fonte: Folha Vitória

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *