Blog do Adilson Ribeiro

São Fidélis – Quarta Feira – 19:35 – 15 casos de chikungunya e morte suspeita de H1N1. Clique na foto abaixo e veja mais

O aedes aegypti é hoje uma das preocupações na cidade

Somente nos cinco primeiros meses deste ano, o município de São Fidélis já confirmou 15 casos de chikungunya, além de mais de 160 casos suspeitos. O aedes aegypti é hoje uma das preocupações na cidade e, segundo a Vigilância em Saúde, somente de dengue são 74 casos suspeitos. Também no município, essa semana um homem morreu, suspeita de H1.N1.

O órgão recebeu 242 notificações das doenças transmitidas pelo mosquito. No Hospital Armando Vidal, os atendimentos às pessoas com sintomas parecidos com os da dengue, zika ou chikungunya são intensos.

Como os exames estavam sendo feitos em um laboratório do Rio, os resultados demoravam a ficar prontos, mas agora, a Vigilância está realizando testes rápidospara as doenças transmitidas pelo Aedes.

SUSPEITA DE H1N1

A morte de um homem de 59 anos, morador de São Fidélis, está sendo investigada pela secretaria municipal de Saúde local, por suspeita de H1N1. O homem deu entrada no Hospital Armando Vidal às 17h49 dessa segunda-feira (14), vindo a óbito às 19h.

Segundo o õrgão, apresentava tosse, dispineia, hiperglicemia e taquicardia, os mesmos sintomas apresentados há oito dias, não realizando nenhum tratamento, evoluindo para o óbito. O órgão informou, ainda, que foi coletado o material para exame e enviado para o Instituto Lacen, conforme determinação do Estado, que realizará a análise da amostra e, dentro de 15 dias, devolverá o resultado ao município.

Vacinação – O município de São Fidélis iniciou a vacinação contra o H1N1 no dia 25 de abril e, até o momento, foram vacinadas 6.400 pessoas, sendo 56% do total da meta. Como medida preventiva, a vacina foi ampliada para população no Dia D, onde foram realizadas 2.400 imunizações.

 

Campos 24h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *