Blog do Adilson Ribeiro

AO VIVO NA CÂMARA DE VEREADORES – Pedido de cassação do Dr. Vinícius. Assista ao vídeo abaixo:

19 comentários sobre “AO VIVO NA CÂMARA DE VEREADORES – Pedido de cassação do Dr. Vinícius. Assista ao vídeo abaixo:

  1. Ferreira 79

    Infelizmente o povo mamadores na teta não quer uma Itaperuna melhor querem levar vantagem. o vereador Glauber, frango esse velho cabeça branca tem que ser banido da política

  2. Ferreira 79

    mas uma vez Vinícius comprou a câmara de vereadores é inadmissível vê o povo contra Itaperuna ninguém pode reclamar de nada porque são todos corruptos.parabem Nandi, cazalito, Nel e Moreira por ter vendido o seu voto.scorda Itaperuna

  3. Observador

    Isso pra mim é uma palhaçada,a população tem que ver quem foram os VEREADORES que foram contra a caçação,pra que na próxima eleição não sejam eleitos.
    É visível a incapacidade do Prefeito afastado para governar Itaperuna, infelizmente uma dúzia de vereadores que pra mim são da mesma panela,possam responder pela população.
    O povo tem que ir pra rua,e botar ordem nessa merda.Até quando esses vereadores safados ,que pra mim não passam de ratos irão ditar as regras,vereadores esses que nada fazem pra ajudar a população a não ser roubar o povo juntamente com seus suplentes.
    Tenho vergonha de dizer que sou Itaperunense!!!
    Infelizmente hoje quem manda é quem rouba mais e não quem é honesto.
    Ressalvo os vereadores que estão lutando para trazer a dignidade de volta ao povo Itaperunense.
    POPULAÇÃO ITAPERUNENSE,VAMOS TODOS PRA RUA,TRAZER A DIGNIDADE PRA NOSSA CIDADE,E TIRAR ESSES RATOS DO PODER!!!

  4. Ferreira 79

    Itaperuna chora com um bando de vereadores covarde. foi colocado pra defender povo . hoje o povo é traído por estes covardes.

  5. PAULO TOLEDO

    Boa noite ! Tenho que rir do circo que foi armado,kkkk não conseguiram caçar o PREFEITO os três que votaram a favor se fritaram e se o MPF devolver ao PREFEITO o cargo eles estarão na alça de mira porque cidadãos Itaperunense vão começar morder o calcanhar deles. AGUARDE E VERÁ eles aprenderam que quem tem telhado de vidro não deve atirar pedras no telhado dos outros.

  6. JuninhoN

    Boa noite, os representantes do legislativo municipal não acreditam que está tudo correto nem pra realizar uma relatório pra dar um parecer ao povo, parabéns pois a Cidade novamente sem coleta de lixo, pouquíssimo Eventos Sócias e Culturais, ruas totalmente buracadas , ministério público realizando os procedimentos de esclarecimento, conclusao o povo legitimou todos eleitos assim para governar pelo povo. Vamos continuar mudando para crescer.

  7. Maryliss

    Fico impressionada como tem pessoas que não tem a capacidade de entender que Deus deu ao homem o livre arbítrio então parem de se achar os donos da verdade e insistir que todos devem pensar igual. Acho maior graça em relação as ameaças aos vereadores que votaram contra ( a maioria ) que nunca mais se elegerão. Pago para ver.

    1. Observador

      Não use o nome de Deus em vão,nem no meio dessa sujeirada.Cuidado com suas palavras,pois ninguém falou em ameça a vereadores,é simplesmente a realidade,si a população pensar um pouco na próxima eleição irão votar direito.

      1. Maryliss

        É comigo que você está falando para ter cuidado com as palavras? Quando falo em ameaças deixei bem claro que seria em relação as próximas eleições. Qualquer um que souber ler entende isso. Quanto a usar o nome de Deus em vão, estude as Escrituras que vai saber o que é.

  8. Willian

    Essa Câmara está uma bagunça. Pessoas na platéia gritando o tempo todo sem serem repreendidas, numa total falta de educação, vereadores que pareciam colegiais, fazendo encenações e mais preocupados em discursar e fazer média com os presentes e no fim, alguns deles dão mostras claras de que têm telhado de vidro e rabo preso ao irem contra tudo o que apregoavam até então. Agora eu passei a ter certeza do motivo de Itaperuna estar mergulhada nesse caos interminável, pois essa casa que deveria representar os interesses da população não passa de um BALCÃO DE NEGÓCIOS. Agora cabe a nós expulsá-los de lá no ano que vem à base do voto, ou ser conivente com tudo isso.

  9. antomio

    nao querem casar porque rogerinho nao fez acordo quando faz eles vota nao votarao porque tem acordo com vinicios muitos empregos muitos cargos com valor alto vergonhoso este vereadores o povo de itaperuna tem o governo que merece pois vai chegar novas eleicoes e o povo vai vota neste mesmo vereadores que destruil nossa cidade nao vai deixar rogerinho governar porque ele nao vai fazer acordo com eles e tambem ta tirando quem nao trabalha que destes vereadores turma de pilantras vergonhosoooooo

  10. Mouraci Stephen Carecho

    TRADUÇÃO DO VOCABULÁRIO HINDU-RUSSO-ÁRABE-CHINÊS

    A variedade linguística no planeta é imensurável, motivo pelo qual, o senso comum não alcança o devido entendimento; e isso gera distorções e inconformismos.
    Para melhor entender a dialética própria do ambiente político, segue a tradução de alguns trechos de fala parlamentar.
    Em primeiro lugar é preciso compreender que a política funciona como num bipolo constituído de elementos pertencentes a grupos distintos A e B disputando o usufruto não só das tetas, mas da vaca em seu todo.
    Nesse prisma, pertencer ao grupo A ou B depende unicamente do “quantum debeatur”. Dentro dessa dinâmica o voto tem valor flexibilizado pelas circunstâncias até mesmo já no tempo da prorrogação, que pode se estender por um ou mias minutos. E apenas ! real a mais é o suficiente para retornar o fiel da balança.
    Argumentos não faltam para o salto quântico. Lá ou cá chega a ser fenômeno de causalidade vertical.
    Ao final da contenda, foi dito em entrevista que um prefeito precisa “conversar” com o legislativo.
    Pois bem, na dialética da política, o verbo conversar vai muito mais além do significado pueril de trocar palavras, ideias ou informações. No dicionário político, conversar significa dividir coisa alheia obtida por meios escusos.
    Portanto, conversou, resolveu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *