Blog do Adilson Ribeiro

Quinta Feira – 23:50 – Informação positiva para inspirar e animar seu dia. Veja abaixo:

Clique na imagem acima e inscreva-se no Vestibular da UNIG

A Alemanha deu um passo importante na transformação do conceito atual de rodovias ao inaugurar este ano uma estrada elétrica, a eHighway.

O primeiro trecho, inaugurado ao sul de Frankfurt, com 10 quilômetros de extensão, tem cabos elétricos para os caminhões se conectarem e carregarem as baterias enquanto viajam.

Nela, um caminhão híbrido, se ficar sem eletricidade, pode recarregar as baterias pelo sistema de cabos, sem necessidade de parar.

A tecnologia também está sendo testada na Suécia e em Los Angeles, Estados Unidos, mas em trechos mais curtos.

Siemens

A responsável é a empresa de engenharia Siemens AG, que usa tecnologia semelhante à de trens e bondes.

Nela, os caminhões se conectam a linhas de transmissão e conseguem manter uma velocidade constante, garantindo um tráfego estável.

Caso ele se depare com um veículo mais lento na eHighway, ele pode se desacoplar, ultrapassar e acoplar novamente em seguida.

Quando o segmento elétrico chega ao fim, o caminhão pode continuar o trajeto com independência.

Segundo a empresa Siemens, o sistema eHighway “combina a eficiência do trilho elétrico com a flexibilidade do transporte”.

Menos poluição

Além disso, o sistema elétrico reduz as emissões de COs e óxidos de nitrogênio nas estradas.

A Siemens estima que os motoristas economizarão cerca de 20.000 euros, cerca de 100 mil reais em combustível em 100.000 quilômetros.

O projeto foi financiado pelo Ministério Federal do Meio Ambiente da Alemanha e custou cerca de US $ 16,4 milhões, mais US $ 17,2 adicionais para testes de campo, cerca de 134 milhões de reais no total.

O sistema não terá um grande impacto por um tempo.

Apenas cinco caminhões executam a seção eletrificada todos os dias, o que significa apenas 10% dos 135.000 veículos dos veículos na estrada.

Por outro lado, as emissões serão reduzidas assim que mais veículos aderirem.

Foto: Divulgação

Assista:

Com informações do Nation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *