Blog do Adilson Ribeiro

Sábado – 21:25 – Petrobras reajusta em 32,9% o preço do gás natural para o Rio de Janeiro. Veja Abaixo:

A Petrobras anunciou um reajuste de 32,9% no preço do gás natural para o Rio de Janeiro. O impacto para os clientes da Naturgy, distribuidora de gás canalizado no estado, começará a valer a partir de novembro. Para os clientes da Região Metropolitana do Rio, o reajuste será de cerca de 5,5% para o mercado residencial, de 8,3% para o comércio, de 20,4% para as indústrias e de 26% para postos de GNV, dependendo da faixa de consumo. Já para os clientes que moram no interior do estado, o reajuste médio será de 7,5% para residências, de 14,8% para o comércio, de 22% para as indústrias e de 27,5% para os postos de GNV.

Ao longo do ano, o preço do gás natural vendido pela Petrobras acumula queda. Ou seja, mesmo após esse aumento, o custo do gás ainda estará 3,8% mais baixo do que em janeiro deste ano.

GNV ainda é mais econômico

Mesmo após o aumento de novembro, o GNV continuará sendo o combustível com maior competitividade. A gasolina também teve seu preço aumentado pela Petrobras no último dia 10. Considerando a média de preços que deverá ser praticada nos postos, quem utiliza GNV poderá economizar até 50% por mês em relação à gasolina, na Região Metropolitana, e até 55% no interior do estado. Já a economia em relação ao etanol poderá chegar a 43% na Região Metropolitana, e a 49% no interior do estado, para quem usa GNV.Hoje, um carro popular percorre aproximadamente 14 quilômetros com 1 m³ de GNV, 7 quilômetros com 1 litro de etanol e 10 quilômetros com 1 litro de gasolina. Para anular essa competitividade, o GNV poderia custar o dobro do valor do etanol, tomando como base as unidades de comercialização atual: gasolina e etanol em litros e GNV em metros cúbicos.

Simulador de economia

Para auxiliar no cálculo de rendimento e economia com o uso do GNV em metros cúbicos, a Naturgy oferece em seu site um aplicativo web, o Simulador de Economia (http://peopleinteractive.com.br/gnv/). Além disso, o motorista conta com um aplicativo para celular (Simulador GNV) que indica a localização de postos de abastecimento com GNV, além de esclarecer mitos e conferir dicas de segurança.Além de ser mais econômico, o GNV também é menos poluente: emite 25% menos dióxido de carbono do que a gasolina. Quem opta pelo combustível tem direito a um desconto de 62,5% no IPVA.

Cortes por inadimplência continuam suspensos no estado

Em março, a Naturgy suspendeu o corte por inadimplência do fornecimento de gás natural canalizado, beneficiando mais de um milhão de clientes. A medida vale para residências, pequenos comércios, microempreendedores individuais e serviços médico-hospitalares. Os cortes continuam sendo feitos somente por medida de segurança em casos de emergência.Recentemente, a empresa iniciou uma campanha de parcelamento de dívida para quem deixou de pagar suas contas por conta da crise. Estão sendo oferecidas opções de quitação de dívidas e de parcelamento em até 12 vezes. Para isso, basta acessar o portal Minha Naturgy (www.minhanaturgy.com.br) e solicitar simulações on-line, com um atendente, ou preencher um formulário. Apesar do serviço continuar sendo fornecido normalmente, o índice de inadimplência da Naturgy subiu para 25% entre os clientes residenciais e para quase 40% entre os clientes comerciais.

 

 

Fonte: O Diário do Noroeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *