Blog do Adilson Ribeiro

Quinta-feira – 23:10 – Jair Bittencourt participou do evento de assinatura da carta da ferrovia Rio-Vitória

O secretário estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Jair Bittencourt participou do grupo que visitou o Porto do Açú, em São João da Barra, ontem (8), durante o evento em que houve a assinatura entre os governadores do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e do Espírito Santo, Paulo Hartung da carta para o Presidente Michel Temer reforçando a importância da implantação da ferrovia que ligará os Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, a EF-118 Rio/Vitória.

 

Estavam presentes junto ao secretário Jair Bittencourt, o secretário estadual da Casa Civil, Christino Áureo, a prefeita de São João da Barra, Carla Machado e o prefeito de Campos dos Goytacazes, Rafael Diniz.

 

O documento será entregue pessoalmente pelos dois governadores na próxima semana. O objetivo é criar condições para que a EF-118 seja incorporada ao Programa de Parcerias de Investimento (PPI) do Governo Federal, ainda no primeiro semestre de 2018.

 

Segundo o secretário estadual de Agricultura, Jair Bittencourt a ferrovia será muito importante para o desenvolvimento das regiões Norte e Noroeste Fluminense, além do Sudeste do Brasil, obviamente. “Com a Ferrovia Rio/ Vitória, temos a expectativa de um grande crescimento econômico, com maior geração de emprego, o que fará com que os dois estados cresçam e as nossas regiões mais particularmente se desenvolvam”, analisou Jair Bittencourt.

 

Considerada fundamental para a integração logística da região Sudeste, a Rio/ Vitória tem o potencial de atrair novos pólos industriais nos 25 municípios fluminenses e capixabas cortados pelo traçado da ferrovia. A EF-118 se articulará à EF-354 (também conhecida como Transcontinental), projeto ferroviário que cruzará o país no sentido leste/oeste, a partir do Porto do Açu, alcançando a região Centro-Oeste e, eventualmente, o Oceano Pacífico na costa peruana.

 

Com custo estimado em R$ 5,5 bi e 577 km de extensão, uma vez implantada, a ferrovia será diretamente conectada à malha ferroviária da concessionária MRS e da Vitória/Minas, interligando Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Vitória.

Fonte: ASCOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *